Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Turismo
Domingo - 04 de Julho de 2021 às 09:58
Por: Alecy Alves/Diário de Cuiabá

    Imprimir


Turistas vistam o circuito de cavernas em Chapada dos Guimarães
Turistas vistam o circuito de cavernas em Chapada dos Guimarães

A crise gerada pela pandemia da Covid-19 não passou, talvez ainda esteja longe do fim. Assim como em outros setores da economia, atingiu em cheio o setor turístico.

Em Mato Grosso há pontos de visitação que ainda permanecem fechados, como os que estão dentro da área do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães.

Noutros, a retomada vem acontecendo mesmo que timidamente. Essa retomada é espontânea, ou seja, não está regulada nem tem incentivo dos setores públicos.

Em todos os locais, além da limitação do número de turistas por grupo, há exigência do uso de máscara facial. Isso acontece principalmente nos ambientes de uso coletivo, como os transportes e restaurantes.

Os municípios de Chapada dos Guimarães, Nobres, Jaciara, Campo Verde e Lucas do Rio Verde estão entre os mais procurados. Entretanto, nada que se compare ao período anterior à pandemia da Covid-19.

Em Chapada dos Guimarães, a 65 km da capital, Cuiabá, e o Alto do Céu estão entre os preferidos dos turistas.

Silviano Margalho, a esposa Carla e o filho João, de 10 anos, vieram de carro de Brasília, Distrito Federal, para fazer turismo em Mato Grosso.

Esse é o primeiro passeio da família por aqui. Eles começaram visitando as cavernas de Chapada, e seguiram pela "cidade de pedras", no mesmo município.

Os três, acompanhados por um guia turístico, fizeram o passeio sozinhos. Só estavam no mesmo ambiente com outros turistas no transporte, ao retornar do passeio, e no restaurante onde almoçaram.

Silviano Margalho disse que a família está de férias e decidiu fazer turismo e visitas a amigos em Mato Grosso. Era algo que queriam fazer há tempos e que, adotados as medidas de proteção, acharam que essa era uma boa oportunidade.

As cavernas, assim como a maioria dos pontos turísticos mato-grossenses estão em áreas privadas. A visitação das cavernas só pode ser feita em grupo de no máximo 8 pessoas máximo. Regulação feita pelo proprietário.

Guia turístico no Estado, Felipe de Campos Pereira comemora a retomada dos passeios, mas diz que isso vem acontecendo há menos de um mês.

Junho, segundo Felipe, foi o melhor mês desde março do ano passado, quando foram decretadas as medidas restritivas e o isolamento social por causa da pandemia.

A Secretaria Adjunta de Turismo do Estado(Seadtur) informou, por meio de nota, que existe projeto de incentivo do turismo interno, porém sua execução está suspensa por causa da pandemia.

Todavia, a Seadtur atribui parte dessa retomada às parcerias firmadas com meios de comunicação nacionais para divulgar as belezas naturais de Mato Grosso em programas de televisão voltados ao turismo.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/444442/visualizar/