Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Policia MT
Quinta - 15 de Dezembro de 2011 às 20:42
Por: LUCIENE OLIVEIRA

    Imprimir


Cento e sessenta e nove quilos de drogas foram incinerados pela Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), da Polícia Judiciária Civil, na fornalha da empresa Sperafico da Amazônia, na Rodovia dos Imigrantes, no Distrito Industrial, em Cuiabá, na tarde desta quinta-feira (15.12).
 
A droga, sendo 108 quilos de maconha, 61 quilos de pasta-base e 65 quilos de ácido bórico, é oriunda de 300 inquéritos policiais instaurados em 2009 e 348 Termos Circunstanciados de Ocorrências (TCO) e 25 boletins de ocorrência do ano de 2011.
 
A delegada titular, Alana Cardoso, informou que está no planejamento da Delegacia realizar quatro queimas no ano, para não acumular droga em depósito. De acordo com a delegada, a Polícia Civil firmou uma parceria com o Judiciário e o Juizado Especial para autorização da incineração. “Pedimos a incineração com base no risco de manter drogas guardadas. É meta da RE queimar entorpecente a medida que for apreendido”, disse.
 
Os procedimentos de TCO e boletins são relativos a apreensões em bocas de fumo de Cuiabá e Várzea Grande, em ações da Polícia Militar e flagrantes da Polícia Civil. De acordo com o delegado Gustavo Garcia Francisco as pequenas porções de drogas (maconha, pasta-base e cocaína) são provenientes do tráfico formiguinha realizando nos pontos de distribuição de drogas na Grande Cuiabá. “A questão do uso é um problema que tem que ser enfrentado”, frisou.
 
Dentre as drogas destruídas estão 5 quilos de pasta-base apreendidos dentro de duas baterias de um Gol preto, em março deste ano. A droga era transportada por Wagner Lopes da Silva, 33, e Roberto Carlos Bearis, 42, presos em flagrante por tráfico de drogas. Este último é cadeirante. Também foram queimados 25 quilos de pasta-base encontrados dentro do tanque de uma caminhonete e 3,5 quilos apreendidos em outubro com uma mulher no Jardim Industriário II.
 
A Delegacia Especializada ainda aguarda autorização da Justiça para queimar uma quantidade maior de drogas apreendidas em operações realizadas neste ano pela unidade. “Alguns laudos não ficaram prontos e por isso não houve autorização da Justiça para incinerar”, disse a delegada Alana.
 
No final de junho deste ano, a Delegacia de Entorpecentes incinerou  230 quilos de pasta-base de cocaína e 70 quilos de maconha, todos apreendidos em operações policiais realizadas em 2011, na Grande Cuiabá. A apreensão de droga resultou em mais de 400 procedimentos policiais, entre flagrantes, inquéritos e termos circunstanciados de ocorrência (TCO). Mais de 330 pessoas presas estão relacionadas às apreensões.






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/65352/visualizar/