Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Segunda - 14 de Outubro de 2013 às 20:50

    Imprimir


Os bancários da Caixa Econômica Federal, em Mato Grosso. decidiram suspender a paralisação da categoria, após assembleia realizada na tarde desta segunda-feira (14), em Cuiabá. Eles permaneceram 26 dias com as atividades paralisadas e devem retomar os trabalhos normalmente já nesta terça-feira (15) em todo o estado, conforme o Sindicato dos Bancários de Mato Grosso (Seeb).

Apenas os funcionários da Caixa estavam com as atividades paralisadas por não aceitarem a proposta da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) em relação ao pagamento de horas extras e contratação de mais funcionários. Porém, os trabalhadores de outras agências bancárias suspenderam a greve na sexta-feira (12) após acatarem a proposta da Fenaban e, nesta segunda, o entendimento nos bancos foi restabelecido.

Bancários esclareceram dúvidas e suspenderam greve (Foto: Assessoria/Seeb-MT)

Bancários esclareceram dúvidas e suspenderam greve
(Foto: Assessoria/Seeb-MT)

“O pessoal estava com algumas dúvidas em relação ao que foi negociado e nós esclarecemos alguns pontos”, afirmou o presidente da Seeb, José Guerra, que conduziu a assembleia que reuniu mais de 100 bancários.

Os funcionários da Caixa questionavam a proposta feita em relação às horas extras, que só serão pagas integralmente em agências com mais de 15 funcionários. Nas demais, as horas extras serão pagas apenas 50% do valor. O sindicato informou que os bancários entenderam que esse regime não é o ideal, mas é melhor que o anterior, que só dava compensação pelas horas extras e não as pagava. Em relação à contratação de mais funcionários, a Caixa garantiu que irá abrir concurso, mas não estipulou prazos.

Segundo José Guerra o acordo não é o ideal, mas já representa avanços. “Sempre fica alguma coisa. Encerrar a greve não quer dizer que se consiga tudo o que queremos, mas, sim, o que foi possível na mesa de negociações”. Ele declarou que os funcionários continuarão cobrando suas reivindicações ao longo do ano. O sindicalista também recomendou à população que evite procurar as agências da Caixa essa semana para evitar tumulto nos estabelecimento”.

Em todo o estado cerca de 1.070 bancários atuam na Caixa, eles foram os únicos que não aceitaram a proposta da Fenaban de aumento salarial em 8%, feita na sexta-feira (11) e que encerrou a greve da categoria na maior parte do Brasil.

Acordo
Os bancários que voltaram ao trabalho nesta segunda-feira avaliaram durante a assembleia, realizada na sexta-feira, que as propostas da Fenaban apresentaram avanços, e por isso, houve aprovação da maioria dos presentes.

Os bancários conseguiram 8% de reajuste salarial e verbas, o que representa aumento real de 1,82%. Eleva também para 8,5% sobre o piso salarial, que resultará em um ganho real de 2,29%. Além de aumentar 10% sobre o valor fixo da regra básica e sobre o teto da parcela adicional da PLR (Participação nos Lucros e Resultados). A proposta também eleva de 2% para 2,2% o lucro líquido a ser distribuído linearmente na parcela adicional da PLR. Nos bancos públicos, ocorreram avanços nas contratações, o que significa que poderá haver concurso para o ingresso de mais trabalhadores. No Banco do Brasil deve haver a contratação de três mil funcionários até agosto de 2014.

A nova proposta inclui ainda três novas cláusulas: proibição de os bancos enviarem SMS aos bancários cobrando resultados, abono-assiduidade de um dia por ano e adesão ao programa de vale-cultura do governo, no valor de R$ 50 por mês. Mas a Fenaban exige compensação pelos dias não trabalhados de até uma hora por dia (entre segunda e sexta-feira) até o dia 15 de dezembro.





Fonte: Do G1 MT

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/6928/visualizar/