Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Esportes
Sexta - 01 de Outubro de 2021 às 16:18
Por: Thaiza Assunção/Mídia News

    Imprimir


O treinador do Cuiabá, Jorginho, que dirige o time pela primeira vez diante da torcida
O treinador do Cuiabá, Jorginho, que dirige o time pela primeira vez diante da torcida

O Cuiabá enfrenta o América-MG neste sábado (2), às 16h (horário de Mato Grosso), na Arena Pantanal, pela Série A do Brasileirão. A partida marca o retorno do público ao estádio após mais de um ano e meio.

A presença de torcedor na Arena está vetada desde março do ano passado, quando começou a pandemia da Covid.

O treinador Jorginho ressaltou a importância da presença dos torcedores na Arena para empurrar o time.

“Expectativa grande de encontrar o torcedor, sabemos da importância deles nas arquibancadas. É triste o estádio sem o torcedor. Aquela alegria. Queremos esse ambiente de volta, especialmente para mim que convivi com multidões na minha carreira. Estou feliz de reencontrar o torcedor e, principalmente, encontrar pela primeira vez o torcedor do Dourado”, disse.

Em 10º lugar na tabela com 29 pontos, o Cuiabá vive seu melhor momento no Brasileirão com seis partidas seguidas de invencibilidade - três vitórias e três empates. Já o adversário mineiro é o 15º na tabela, com 24 pontos.

Campeonato Brasileiro é difícil. Não existe jogo tranquilo. Não existe favoritismo

Jorginho destacou a fase crescente do América-MG na competição e negou favoritismo do Cuiabá no jogo.

“Campeonato Brasileiro é difícil. Não existe jogo tranquilo. Eles, por exemplo, fizeram um grande jogo contra o Flamengo, que talvez pensou que seria fácil. Não existe jogo fácil. Não existe favoritismo”, afirmou.

Para o duelo deste sábado, o Cuiabá não poderá contar com o volante Camilo e o meia Max, ambos suspensos pelo terceiro cartão amarelo.

Em contrapartida, conta com a volta do zagueiro Marllon e do atacante Rafael Papagaio, depois de cumprirem suspensão.

“Estamos em casa, precisamos dos três pontos. É um jogo de seis pontos, podemos tirar oito pontos deles. É uma partida extremamente importante, mas sabemos do poder do adversário, do trabalho do Vagner Mancini”, pontuou.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: https://reporternews.com.br/noticia/447097/visualizar/