Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Politica Brasil
Sexta - 24 de Outubro de 2008 às 02:41
Por: Luana Lourenço

    Imprimir


O Tribunal Regional de Mato Grosso decidiu ontem (23) proibir os saques de valores que ultrapassem R$ 5 mil nas instituições financeiras de todo o estado por candidatos, representantes de partidos políticos e coligações que disputam o segundo turno na capital, Cuiabá.

De acordo com o tribunal, a decisão foi motivada pelo "recebimento de denúncias de supostos crimes eleitorais, particularmente compra de votos".

Denúncia publicada na revista Época desta semana aponta o repasse de R$ 400 mil feito por apoiadores do candidato Mauro Mendes (PR) ao PRTB, para suposto pagamento de compra de votos para o segundo turno. Após apoiar o candidato tucano Wilson Santos no primeiro turno, o PRTB decidiu engrossar a campanha de Mendes para a prefeitura cuiabana.

A decisão do TRE vale para saques únicos ou cumulativos e terá validade até o dia da eleição, domingo (26). A resolução também proíbe o pagamento, de qualquer quantia, aos colaboradores, coordenadores e auxiliares de campanha nos dias 25 e 26 de outubro.





Fonte: Agência Brasil

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/170960/visualizar/