Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Terça - 22 de Julho de 2008 às 14:40

    Imprimir


O governo do Chile autorizou nesta terça-feira, após sete anos de negociações, a importação para o mercado local de carnes de porco e de ave do Brasil, anunciou o SAG (Serviço Agrícola e de Criação de Gado).

A permissão de entrada destas carnes no Chile pode representar redução nos preços locais destes produtos, afirmou o SAG em comunicado.

O secretário de defesa agropecuária do Ministério da Agricultura brasileiro, Inácio Kroetz, disse aos jornalistas em Santiago que "a chegada da carne brasileira abre uma grande oportunidade para o consumidor chileno, pois uma maior concorrência fará baixar os preços".

Kroetz lidera uma missão de autoridades e empresários brasileiros que está na capital chilena com o propósito de concretizar novos contratos.

Entre os empresários que acompanham Kroetz, destacam-se o presidente da Abef (Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Frangos), Francisco Turra, e o diretor para o mercado interno da Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína, Jurandi Machado.

Os dois empresários se mostraram otimistas com a autorização do SAG, pois, segundo eles, essa decisão abre grandes possibilidades aos empresários brasileiros, não só para enviar carne de porco e ave ao Chile, mas para se instalar no país a fim de produzir e processar esses produtos.

Semestre

Segundo divulgou a Abef na semana passada, as exportações de carne de frango totalizaram embarques de 1,8 milhão de toneladas no primeiro semestre deste ano, em alta de 19% ante igual período do ano passado.

No período, a receita cambial atingiu US$ 3,4 bilhões, com incremento de 58% na comparação com o ano anterior. No mês de junho, os embarques totalizaram 330 mil toneladas --27% superior a junho de 2007--, com receita de US$ 652 milhões (aumento de 66%).

Os países da América do Sul foram os que mais ampliaram a importação da carne brasileira nos primeiros seis meses deste ano, em 88%, para 151 mil toneladas. A receita cambial cresceu 155%, para US$ 242 milhões. O Oriente Médio liderou, no entanto, os embarques de carnes de frango, totalizando 559 mil toneladas (expansão de 21% sobre igual período em 2007) e US$ 969 milhões em receita (alta de 69%).





Fonte: Folha Online

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/176191/visualizar/