Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Nacional
Segunda - 25 de Fevereiro de 2008 às 20:03
Por: Silvia Ribeiro

    Imprimir


O estudante de 14 anos que agrediu uma professora da Escola Estadual Professor José Lima Pedreira de Freitas, em Ribeirão Preto, a 314 km da capital, receberá a punição máxima adotada na rede estadual de ensino. Segundo a Secretaria Estadual da Educação, o aluno será transferido de escola.

A assessoria de imprensa da secretaria explicou que o estudante não poderia ser punido com expulsão, porque a Constituição garante ao aluno o direito à educação. A decisão foi tomada por um conselho de escola, composto pela direção, professores e pais do aluno.

Durante a reunião do conselho, os pais do garoto manifestaram o desejo de mudar de cidade. A secretaria informou que aguarda a posição dos pais para conseguir uma vaga ao estudante no município em que a família escolher para a nova residência.

O aluno que cursa a 7ª série do ensino fundamental agrediu a professora com socos e pontapés na quarta-feira passada (20). Na manhã de quinta-feira (21), a professora, acompanhada por um representante da Associação dos Professores do estado, foi até o Instituto Médico-Legal (IML) para fazer exames de corpo de delito. O médico que fez o exame confirmou que ela levou um soco na boca e um chute no estômago.

De acordo com a polícia, o estudante confirmou a agressão e disse que agiu assim porque foi xingado. Segundo a professora, a briga começou porque ela queria dar aula e o aluno estava atrapalhando.

A professora está de licença médica. Com dores na boca e na barriga, ela disse na manhã de quinta-feira que não conseguiu dormir e que pensa em abandonar a profissão.

A professora registrou boletim de ocorrência na polícia. Foi aberto inquérito para investigar o caso. Se ficar comprovada a agressão, o menor vai ser avaliado pelo Núcleo de Atendimento Integrado do Estado e pode ser encaminhado para receber medidas sócio-educativas.





Fonte: G1

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/185609/visualizar/