Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Cultura
Terça - 24 de Outubro de 2006 às 10:43

    Imprimir


Elton John é um sujeito espalhafatoso; Bernie Taupin vive recluso num rancho. O piano de Elton e as letras de Taupin, porém, não seriam os mesmos sem companhia mútua. Em The Captain & The Kid, novo disco do artista dos mil óculos, ele é o capitão, seu parceiro é o garoto e a álbum, em si, a continuação de um clássico da dupla, o conceitual Captain Fantastic and The Brown Dirt Cowboy.

Este disco, de 1975, era uma espécie de autobiografia da dupla, repleta de canções arrebatadoras, como Someone Saved My Life Tonight ("Alguém Salvou Minha Vida esta Noite").

No ano seguinte, Elton assumiu sua bissexualidade. Em 1977, ele e Bernie romperam a parceria. Voltaram a se encontrar em 1983 e estão, juntos e separados (pelo rancho de um e o espalhafato do outro), desde então.

A idéia de fazer uma continuação de Captain Fantastic (o escandaloso cantor e compositor) and The Brown Dirt Cowboy (o arredio letrista) partiu do empresário de Elton, Merck Mercuriadis.

Na capa do novo CD, os dois em seus habitats: Elton ao piano, Taupin em cima de um cavalo, num certo clima Brokeback Mountain que percorre todo o encarte (Taupin e o argentino Gustavo Santaolalla, aliás, venceram o Globo de Ouro deste ano com a canção-tema do filme, A Love That Will Never Grow Old), entre fotos antigas da dupla e velhos recortes de jornais.

The Captain & The Kid retoma o espírito das composições setentistas de Elton John, que vivia seu auge criativo na primeira metade daquela década. As dez músicas do disco são comandadas pelo piano, a voz e o apurado senso pop de "Sir" Elton, que faz um combinado inspirado de baladas, blues stonianos, folk e country.

As canções são, como no disco de 1975, autobiográficas e emocionadas. Os anos 70 dizem alô na ironia e desesperança da música de abertura, Postcards From Richard Nixon. Old'67 remete ao ano em que os dois se conheceram e celebra a longevidade da parceria. Tinderbox fala dos altos e baixos da dupla, e Blues Never Fade Away é uma bela canção sobre a amizade que fica, além dos desencontros: "Os como e porquês não importam mais".

Em menos de 50 minutos, Elton e Taupin abrem o coração. Se tivessem lançado The Captain and The Kid há 30 anos, ninguém estranharia.

Cantor vai ao Rio Elton John está com viagem marcada para o Rio: a exemplo dos Rolling Stones no último verão, o cantor e compositor se apresenta de graça na Praia de Copacabana no dia 20 de janeiro. Estima-se que, para fazer um show de duas horas e 40 minutos, "Sir" Elton receberá da Prefeitura do Rio US$ 500 mil.

Ficará hospedado no Copacabana Palace, ao lado do marido, David Furnish, e especula-se que poderá fazer um pocket show beneficente no hotel, com renda destinada à ONG que mantém, Elton John Aids Foundation.

Não será a primeira visita do cantor ao Brasil. Em 1995, ele fez shows no Rio e em São Paulo.





Fonte: O Dia

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/266183/visualizar/