Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Meio Ambiente
Sexta - 25 de Agosto de 2006 às 08:01

    Imprimir


Astrônomos reunidos em Praga, na República Checa, decidiram nesta quinta-feira retirar o status de planeta de Plutão.

Em uma votação durante a assembléia geral da União Astronômica Internacional (IAU, na sigla em inglês), com a participação de 2,5 mil especialistas, foi rejeitada a proposta de manter Plutão como um planeta e incorporar outros três corpos celestes como planetas do Sistema Solar.

Essa decisão significa que o nono planeta do Sistema Solar será agora retirado dos livros escolares.

Plutão é considerado um planeta desde sua descoberta, em 1930, pelo americano Clyde Tombaugh.

No entanto, características de Plutão, como sua massa e sua trajetória orbital, há muito vinham alimentando os pedidos de astronomos para que sua classificação fosse revisada.

Além disso, desde o início da década de 90, os cientistas encontraram vários outros corpos celestes de tamanho comparável ao de Plutão no Cinturão de Kuiper, uma região do espaço localizada além de Netuno.

Tamanho

Alguns astrônomos acreditam que Plutão pertence a essa população de pequenos corpos celestes gelados, chamados de "transnetunianos", e não à categoria dos planetas.

Com um diâmetro de apenas 2.360 km, Plutão é menor que os outros planetas do Sistema Solar.

Até recentemente, no entanto, era o maior corpo celeste conhecido no Cinturão de Kuiper.

Isso mudou com a descoberta do 2003 UB313, apelidado de Xena, pelo professor Mike Brown e seus colegas do Instituto de Tecnologia da Califórnia.

Depois de medirem o novo corpo com o telescópio espacial Hubble, os astrônomos descobriram que ele tinha um diâmetro aproximado de três mil quilômetros, bem maior que o de Plutão.




Fonte: BBC Brasil

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/280504/visualizar/