Repórter News - reporternews.com.br
Politica Brasil
Quinta - 10 de Agosto de 2006 às 12:08

    Imprimir


O PMDB deve pedir mais prazo para analisar o relatório parcial da CPI dos Sanguessugas que será apresentado nesta quinta-feira. O partido tem 11 parlamentares na lista dos que devem ser denunciados como integrantes do esquema, entre eles o líder do PMDB no Senado, Ney Suassuna (PB). Se o pedido de vista for concedido, a votação do relatório pode ser adiada para a próxima terça-feira.

O presidente da CPI, deputado Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ), no entanto, pode seguir o regimento interno do Congresso que permite que ele conceda apenas algumas horas para atender ao pedido de vista. Biscaia já afirmou que pretende votar o texto hoje, mas pode mudar a data se não houver quórum.

O relatório da comissão, que tem cerca de 1.600 páginas, só foi mandado para a gráfica hoje, o que atrasou o início da reunião, que estava prevista para as 10h. A reunião da CPI deve ser tensa. Vários parlamentares acusados pediram para se manifestar antes da votação do relatório. O deputado João Caldas (PL-AL), quarto-secretário da Câmara, foi o primeiro a se inscrever.

Durante a elaboração do texto, o relator, senador Amir Lando (PMDB-RO), sofreu pressões de parlamentares para que seus nomes fossem retirados da lista. A CPI chegou a oferecer a ele segurança da Polícia Federal, mas o senador não aceitou.

Para que o relatório da CPI seja aprovado, 19 dos 36 membros precisam apoiar o texto.

A expectativa dos membros da comissão é que a condenação dos envolvidos sirva de exemplo para os candidatos ao Congresso nas eleições de outubro. "Vai um aviso para todos os que querem vir para o Congresso Nacional. Se vieram com má intenção, vai ser uma aposta ruim. Estamos preparados para enfrentá-los", disse o deputado Fernando Gabeira (PV-RJ).

O deputado Paulo Rubem Santiago (PT-PE) disse que o processo não se encerra com a aprovação do relatório hoje. "Se depender de nós, esses parlamentares denunciados pela CPI vão continuar no inferno."





Fonte: 24HorasNews

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/283814/visualizar/