Repórter News - reporternews.com.br
Esportes
Quinta - 13 de Julho de 2006 às 11:49

    Imprimir


O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) participa hoje no Rio, com um ano de atraso, do lançamento oficial da mascote do Pan-2007. A data escolhida para a divulgação não é casual. Falta exatamente um ano para a abertura dos Jogos.

No primeiro semestre de 2005, o Comitê Olímpico Brasileiro e o Co-Rio (Comitê Organizador) chegaram a anunciar que a mascote do Pan do Rio seria conhecida em 13 de julho do ano passado. Porém a imagem será mostrada publicamente pela primeira vez hoje.

Três nomes serão apresentados como opções para a mascote. A escolha ocorrerá via votação popular, pela internet e em urnas nas ruas do Rio. Os votos serão computados durante duas semanas, e o resultado sai na primeira semana de agosto.

O Co-Rio não detalhou as razões que levaram ao atraso na divulgação da imagem oficial da mascote do Pan-07.

Segundo o presidente do COB, Carlos Arthur Nuzman, o cronograma de obras do Pan-2007 está dentro do prazo fixado, diferentemente da divulgação da imagem da mascote.

Dentre as obras do Pan, os maiores atrasos estão localizados no Complexo Esportivo do Autódromo (zona oeste) e no ginásio do Maracanãzinho, parte do Complexo Esportivo do Maracanã (zona norte).

Mesmo assim, o presidente do COB diz que as instalações estarão concluídas bem antes da abertura dos Jogos.

O dirigente admite que há "atrasos e avanços", o que, na média, faz com que exista "tempo confortável" para a conclusão das obras previstas. Nuzman garantiu que as disputas políticas entre governo federal, Prefeitura do Rio e governo estadual não atrapalham o planejamento. Ele reconhece, porém, que "às vezes falta a liberação de mais um recurso". É o caso da verba de R$ 28 milhões só agora liberada para a reforma do Maracanãzinho.

O cartola diz que a Vila do Pan está "78% pronta" e que os primeiros prédios serão entregues em setembro. Outra obra já concluída é o Parque Aquático Júlio Delamare.

"Os Jogos, com um ano de antecedência, já são uma realidade. É o maior evento multiesportivo da história do Brasil. Já mostra, neste um ano antes, benefícios concretos para o Rio e o Brasil. Um impulso enorme na economia, na infra-estrutura urbana, na segurança, em programas sociais e na capacitação profissional", afirmou.

O presidente também citou como legado do Pan-07 a "construção de instalações esportivas em nível olímpico".

"Isso é muito importante porque havia mais de 40 anos o Brasil não tinha a construção de uma instalação olímpica sequer", disse ele, que citou como exemplo da expectativa criada em torno do evento o anúncio pelos EUA de que trarão uma delegação de 1.100 pessoas, das quais 700 atletas.





Fonte: Folha Online

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/289463/visualizar/