Repórter News - reporternews.com.br
Politica Brasil
Sábado - 17 de Junho de 2006 às 08:40

    Imprimir


O candidato tucano à Presidência, o ex-governador Geraldo Alckmin, evitou ir à convenção estadual do PSDB em Tocantins, um dos Estados mais problemáticos para a aliança de seu partido com o PFL. Nesse Estado, os pefelistas --junto com outros partidos-- devem se aliar ao PT, em torno de um candidato do PMDB, o governador Marcelo Miranda.

O PSDB, por sua vez, faz parte um bloco de legendas (PL, PTB, PP, PSB, PSC e PV), unidas em torno do nome de José Siqueira Campos, primeiro governador do novo Estado, criado em 1988.

Não houve acordo entre tucanos e pefelistas no Estado, que parece ter "herdado" os problemas da unidade de federação de que foi desmembrado: em Goiás, o acerto que era articulado pelo ex-governador Marconi Perillo (PSDB) implodiu depois que a Executiva do PFL aprovou a intervenção no Estado em favor da candidatura própria.

O Tocantins faz parte do quadro de casos considerados "insolúveis" pelas Executivas nacionais do PSDB e do PFL, junto com Acre, Amapá, Amazonas, Goiás, Maranhão, Paraná, Rio de Janeiro e Rondônia.





Fonte: Folha Online

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/294272/visualizar/