Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Terça - 24 de Janeiro de 2006 às 14:15

    Imprimir


O madeireiro Eduardo Ricardo Dockhorm é o primeiro empresário a habilitar-se junto à secretaria de Meio Ambiente (Sema) para trabalhar na exploração e transporte de madeira em Mato Grosso, após o Governo do Estado assumir a gestão florestal, em lugar do Ibama. Proprietário de uma madeireira em Nova Maringá, (região norte), Eduardo Ricardo teve o cadastro aprovado por técnicos da Sema e está apto a retirar as Guias Florestais (GFs), que substituem as antigas Atpfs, antes emitidas pelo Ibama.

O preenchimento do cadastro é a primeira providência a ser feita pelo empresário interessado em trabalhar com a exploração da madeira. A exigência faz parte das novas atribuições assumidas pela Sema em 3 de janeiro deste ano. De acordo com o superintendente de Gestão Florestal da secretaria, Raul Pinto, não só os madeireiros, mas qualquer empresário que deseja trabalhar com a atividade madeireira, precisa preencher o cadastro único instituído pela Sema. Entre estas empresas estão as panificadoras, pizzarias e cerâmicas, que utilizam a lenha em suas atividades.

Ao entregar o primeiro certificado de habilitação ao empresário Eduardo Ricardo Dockhorm, o secretário de Meio Ambiente, Marcos Machado, disse que a rapidez como o madeireiro se habilitou junto à Sema, mostra que o processo de regularização não é tão demorado ou burocrático, como muitos imaginam. Segundo ele, a demora ou não só depende do empreendedor, que precisa reunir a documentação necessária, pois a análise técnica é rápida.



Na Superintendência de Gestão Florestal, há outros dez processos prontos para serem analisados. Sessenta técnicos entre engenheiros florestais e agrônomos, foram destacados para o setor para reforçar a equipe responsável pela análise dos processos. “Esta estrutura nos garante celeridade na análise, para dar respostas rápidas aos empreendedores”, diz Raul Pinto.

Após o cadastro aprovado pela Sema, o empresário recebe uma chave de acesso e uma senha para efetuar o login e acessar o sistema informatizado da secretaria, onde poderá retirar as Guias Florestais que autorizam o transporte de produtos florestais, via internet. Toda a movimentação é automatizada.

Através do cadastro único, a Sema pretende realizar uma “Operação Limpeza” no setor madeireiro de Mato Grosso. O objetivo é retirar do mercado as empresas irregulares. A estimativa é de que das duas mil empresas que atuavam no mercado, apenas seiscentas irão permanecer. “Vamos acabar com as empresas de fachada, que funcionavam apenas dentro de pastas, de forma irregular”, garante o secretário Marcos Machado.





Fonte: Toninho de Souza

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/322946/visualizar/