Repórter News - reporternews.com.br
Economia
Sábado - 05 de Março de 2005 às 16:44

    Imprimir


Boa parte dos bancos já oferece empréstimos vinculados à restituição do Imposto de Renda. Os juros variam de 2,75% a 3,5%, de acordo com o valor e a instituição utilizada. Em todos é necessário que o cliente indique na declaração do IR que quer receber a restituição no banco onde pretende tomar o empréstimo. No dia em que a restituição for creditada na conta pela Receita Federal, o empréstimo é quitado.

O Bradesco lançou nesta quinta-feira sua linha de empréstimo vinculada à restituição do Imposto de Renda. O valor do crédito pode chegar a 80% do valor da restituição, limitado a R$ 20 mil. A taxa de juro varia de 3,40% a 3,50% ao mês. O cliente paga ainda Tarifa de Abertura de Crédito (TAC) de R$ 25,00, além de IOF.

O Banco do Brasil oferece uma linha de crédito que antecipa até 70% do valor da restituição do IR. Este ano a linha tem uma novidade: a taxa de juros passa a ser diferenciada de acordo com o valor da operação. Para financiamentos de até R$ 5 mil, o crédito está disponível a 3,30% ao mês, enquanto para as operações acima desse valor, a taxa cai para 2,75% ao mês.

A Caixa Econômica Federal (CEF) disponibiliza crédito limitado a 75% do valor a ser restituído, com juro de 3,38% ao mês. O valor é quitado no momento do recebimento da restituição ou no dia 30 de dezembro de 2005, o que ocorrer primeiro. O valor mínimo do empréstimo é de R$ 300 e o máximo, de R$ 10 mil.

O Santander Banespa informou que seus clientes poderão antecipar até 100% do valor da restituição, com taxa de juro de 2,9% ao mês válida até o dia 6 de maio. O limite mínimo do empréstimo é de R$ 300 e o valor máximo será o que consta na declaração do IR e os limites do cadastro.

No HSBC, a taxa de juro é de 3,4% ao mês e o empréstimo pode ser tomado até o dia 14 de junho. A instituição antecipa até 75% do valor total da restituição e o dinheiro é liberado na hora. O valor mínimo é R$ 300 e o máximo, R$ 30 mil. A liquidação do empréstimo será automática, no recebimento da restituição, ou deverá ser feita no vencimento da operação, em 24 de fevereiro de 2006. O cliente poderá também amortizar ou quitar o saldo devedor quando quiser.

No Banco Mercantil é possível financiar até 75% do valor restituído. O valor mínimo do empréstimo é de R$ 225. Será cobrada uma taxa de juro mensal de 3,20% e o cliente deverá pagar uma taxa de abertura de crédito de 2% sobre o valor (no mínimo R$ 20 e no máximo R$ 80). O débito será feito automaticamente no dia do crédito da restituição.

A Nossa Caixa concede empréstimos de até 100% o valor esperado na restituição com juro de 3,4% ao mês. O valor mínimo da operação é de R$ 200. O pagamento será feito de uma única vez, no recebimento da restituição ou no dia 30 de dezembro deste ano. A taxa de abertura de crédito (TAC) é de 2% sobre o valor da operação, com o mínimo de R$ 20 e o máximo de R$ 100. Para funcionários públicos, a taxa será de 1% sobre o valor da operação, com o mínimo de R$ 10 e o máximo de R$ 50. Também é cobrado IOF para a operação. O financiamento é garantido pela própria restituição do IR, e pela assinatura de nota promissória. Nos empréstimos com valor acima de R$ 3 mil é necessário avalista.





Fonte: Globo Online

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/354779/visualizar/