Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Saúde
Terça - 24 de Junho de 2014 às 20:44

    Imprimir


Shutterstock

Mastigar hortelã, chupar balas de gengibre, evitar alimentos ácidos. Todos esses truques realmente ajudam a manter o hálito agradável, mas existem outras práticas, que se feitas com frequência e corretamente, evitam praticamente todos os problemas de halitose e ainda ajudam a manter a saúde da boca.

Alênio Calil Mathias, vice-presidente da Sobrehali (Sociedade Brasileira de Estudos da Halitose) conta como acabar com o mau hálito em cinco passos simples e fáceis.

1° passo – elimine a saburra lingual
Lembre-se de limpar a língua, onde é comum o acúmulo de resíduos e células mortas que geram gases do mau hálito. Em 90% dos casos, a origem do mau hálito é bucal, por isso é fundamental usar um limpador de língua que remove até 98% da saburra lingual, placa esbranquiçada que fica sobre a língua.

A forma correta de usar o limpador é colocá-lo no fundo da língua e arrastá-lo até a ponta, repita esse mesmo movimento por 20 vezes.

2° passo – evite o estômago vazio por muitas horas
Não fique em jejum por longos períodos, o ideal é que se alimentar de três em três horas. O longo tempo sem ingerir nenhum alimento causa no organismo uma liberação de ácidos graxos, que causam o mau hálito.

3° passo – escovação correta
Escove bem os dentes após as refeições, no mínimo três vezes ao dia. A forma correta começa pela quantidade da pasta, que deve ser equivalente a um caroço de feijão. Você deve segurar a escova em um ângulo de 45 graus e realizar movimentos curtos e circulares. Escove primeiro a parte da frente, da gengiva à ponta do dente. Em seguida, é hora de escovar a face interna e, por último, a parte responsável pela mastigação.

4° passo – nunca esqueça o fio dental

Use fio dental em todas as escovações, ele é fundamental para prevenir a gengivite, em função das bactérias que se acumulam entre os dentes e a gengiva.

Pegue aproximadamente 40 centímetros do fio dental e enrole em torno dos dedos médios, deixando uma margem de dez centímetros de espaço entre os dedos. Com os polegares e os indicadores segure-o e faça movimentos para cima e para baixo na base de cada dente e entre a linha de junção do dente com a gengiva. É muito importante que esses movimentos sejam realizados com muito cuidado e sem força para que não cortem ou machuquem a gengiva.

5°passo – o dentista é o melhor amigo da saúde bucal
Visite regularmente um dentista para que ele analise sua saúde bucal e identifique com exatidão qualquer tipo de problema. O ideal é se consultar com um especialista a cada seis meses.





Fonte: Terra

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/397690/visualizar/