Repórter News - reporternews.com.br
Variedades
Quinta - 16 de Julho de 2015 às 07:10

    Imprimir


O SBT entrou com recurso para tentar reverter a decisão judicial que suspendeu o alvará que permitia com que os apresentadores Ana Julia Souza e Matheus Ueda trabalhassem no programa infantil "Bom dia e cia".


"A emissora acatou a decisão da justiça, entrou com recurso e aguarda a decisão. Até lá, Silvia Abravanel segue no comando da atração", disse a assessoria do canal ao EGO na tarde desta quarta-feira, 15. Não foi informado o motivo da suspensão do alvará.

Segundo norma do Ministério Público do Trabalho, quando a autorização do trabalho infantil é concedida, um alvará é expedido, incluindo-se dados do menor, do contrato, da jornada e uma advertência para cumprimento das obrigações pactuadas, sob pena de multa diária e outras medidas.

Na noite da terça-feira, 14, Silvia Abravanel, diretora do programa, falou no Facebook sobre a decisão: "Meus amores, boa noite. Tenho uma notícia pra dar para vocês. Amanhã quem estará apresentando o @bomdiaecia sou eu, devido a um impedimento da Justiça com nossos pequeninos Mateus e Ana Julia. Mas tenho certeza que logo essa situação se resolverá e eles estarão de volta", escreveu.

A assessoria de Matheus Ueda informou ao EGO que o ator não apresentaria o programa desta quarta porque está em uma viagem de férias e só volta ao Brasil no dia 19.

Caso semelhanteEm 2009, a apresentadora Maisa, que comandava o "Bom dia & Cia", foi proibida pela justiça de participar do "Programa Silvio Santos". Na época, ela estava com 7 anos e, por dois programas seguidos, passou por um susto.

No primeiro, foi trancada em uma mala em uma brincadeira. E, no seguinte, Maisa se assustou com um menino mascarado e chorou bastante no palco. Na época, a justiça alegou que a apresentadora foi exposta a situações impróprias que ferem o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).


Reprodução/Instagram

Matheus Ueda e Ana Julia





Fonte: DO EGO

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/416127/visualizar/