Repórter News - reporternews.com.br
Esportes
Quarta - 25 de Agosto de 2010 às 07:19

    Imprimir


Pelo histórico do Brasileiro nos pontos corridos, será uma missão quase impossível o Corinthians ganhar a competição em 2010 com seu atual desempenho como visitante, situação que vai viver hoje, às 22h, contra o Cruzeiro, pela oitava vez.

Nas sete partidas anteriores em que não foi mandante, o time do Parque São Jorge somou míseros sete pontos, com só uma vitória, o que significa o modestíssimo aproveitamento de 33%. 

Entre as sete campanhas vitoriosas sob as atuais regras do Nacional, a média de pontos conquistados como visitante foi de 55%. Quem teve a pior performance foi o Flamengo no ano passado (46%), mas, ainda assim, com marca bem melhor do que a do Corinthians de 2010.

Uma comparação com o ano mais triste da história quase centenária do clube mostra o quanto o time é ruim como visitante agora. Em 2007, quando caiu para a segunda divisão, o Corinthians teve os mesmos 33% de aproveitamento fora de casa que a equipe atual.

Somar mais pontos fora do Pacaembu é essencial, porque o Corinthians ainda está perto do líder Fluminense (são apenas dois pontos de diferença) graças ao seu aproveitamento de 100% como mandante, situação difícil de acreditar que será mantida até o fim do Brasileiro.

Adilson Batista, o treinador corintiano, reconhece que é urgente o time reagir. "Precisamos melhorar fora. Torcedores nós temos no Brasil inteiro. É como se estivéssemos jogando na nossa casa. É evidente que campo, gramado e clima favorecem, mas vamos alertar para que a equipe melhore fora", disse o treinador, que no único jogo que fez comandando o clube fora da cidade de São Paulo perdeu (3 a 2 para o Avaí).

Hoje, o time espera aproveitar o fato de o Cruzeiro, por causa do fechamento do Mineirão para as obras de reforma para a Copa do Mundo de 2014, das prosseguimento à sina de caixeiro-viajante.

Depois de Sete Lagoas e Ipatinga, o clube de Belo Horizonte resolveu atuar em Uberlândia, num estádio onde cabem mais de 40 mil pessoas. Isso em uma região próxima à divisa com o Estado de São Paulo, o que deve favorecer os corintianos.

"Temos que aproveitar essa vantagem. O jogo vai ser em campo neutro", afirmou o zagueiro Paulo André. 






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/117712/visualizar/