Repórter News - reporternews.com.br
Esportes
Quarta - 19 de Maio de 2010 às 23:01

    Imprimir


Ricardo Saibun/Gazeta
Robinho marcou o segundo gol com um belo toque por cobertura; Santos encara Vitória na decisão
Robinho marcou o segundo gol com um belo toque por cobertura; Santos encara Vitória na decisão
Após a vitória do Grêmio sobre o Santos por 4 a 3 no Olímpico, as duas equipes voltaram a protagonizar um dos melhores jogos do ano pela partida de volta da semifinal da Copa do Brasil, nesta quarta-feira, na Vila Belmiro. A equipe da casa teve uma grande atuação, dominou o confronto e venceu por 3 a 1, com três belos gols de Paulo Henrique Ganso, Robinho e Wesley, garantindo a passagem para a final. O adversário do atual campeão paulista será o Vitória, que eliminou o Atlético-GO.

Logo no primeiro minuto, Neymar tentou aplicar uma "carretilha" em cima do lateral Edílson. Apesar do lance ter inflamado a torcida, o atacante foi desarmado e o lance não gerou perigo para o Grêmio. O time paulista começou pressionando no campo de ataque, mas os tricolores, aos poucos, foram equilibrando as ações.

Aos 11min, Borges invadiu a área pela esquerda e chutou forte, mas a bola foi em cima de Felipe, que fez a defesa. Pouco depois, Jonas cruzou da direita, Pará (que vestiu a camisa 100 em homenagem à sua centésima partida pelo clube) cortou mal e a bola passou por cima do travessão, com perigo.

Atacando sempre com muitos jogadores ao mesmo tempo, o Santos logo voltou a ter o domínio do jogo. Aos 14min, Robinho lançou Wesley e o volante bateu na rede pelo lado de fora. Três minutos depois, foi a vez do atacante da Seleção Brasileira finalizar de pé esquerdo, para fora, e pedir o apoio da torcida nas arquibancadas da Vila Belmiro. Aos 20min, Neymar bateu falta com perigo, perto do ângulo de Victor.

Tentando se soltar, o time gaúcho se aproveitou de um raro erro de passe de Paulo Henrique Ganso e quase abriu o placar aos 22min. Hugo lançou Borges no contra-ataque e o atacante, de frente para o gol, errou o chute e mandou para fora. O Grêmio marcava bem, mas, aos 30min, vacilou: Neymar roubou a bola no ataque e bateu forte para excelente defesa de Victor.

Aos 35min, Léo levantou da esquerda e Robinho entrou de cabeça, desviando para fora com muito perigo. O jogo prosseguia muito rápido e o Grêmio voltava a achar espaços para ameaçar no contragolpe. Aos 44min, Jonas fez bela jogada individual, passando por dois marcadores, mas a finalização da entrada da área foi facilmente defendida por Felipe.

O Santos voltou do intervalo sem alterações e com a mesma postura ofensiva, atacando com até oito jogadores ao mesmo tempo. Aos 5min, Robinho escapou pela direita e bateu forte para outra boa defesa de Victor. No minuto seguinte, porém, não teve jeito. Ganso recebeu passe pela meia esquerda, avançou e soltou um foguete de fora da área, sem chances para o goleiro gremista, para inaugurar o marcador com um golaço.

Com o resultado favorável, o time da casa passou a manter a posse de bola, dando poucas chances para o Grêmio atacar, e logo ampliou o placar. Aos 24min, André avançou pela direita e deixou Robinho livre, frente a frente com Victor. O camisa 7 deu um lindo toque por cobertura, deixando o goleiro vendido na jogada: 2 a 0.

A vantagem colocava o Santos muito perto da final, mas o Grêmio voltou para o jogo apenas quatro minutos depois. Douglas levantou bola na área em cobrança de falta, Jonas escorou de cabeça, Felipe falhou feio ao soltar a bola na área e Rafael Marques aproveitou o rebote para balançar as redes, diminuindo o prejuízo.

Pouco depois, aos 33min, o goleiro santista voltou a assustar a torcida. Edílson cruzou da direita e Felipe soltou a bola ao tentar interceptar o cruzamento, mas foi marcada a falta de ataque de William. Dois minutos depois, quase Robinho definiu a partida, mas sua cabeçada foi brilhantemente defendida por Victor.

Coube a Wesley fazer o terceiro golaço da noite e garantir a classificação santista. O meio-campista foi lançado pela esquerda, aplicou uma meia-lua em Adílson, driblou Victor e bateu de pé esquerdo para o gol vazio.

Pouco depois, Edu Dracena e Jonas se desentenderam perto da área santista e foram expulsos pelo árbitro Marcelo de Lima Henrique. Não demorou para Rafael Marques, que já tinha amarelo, fazer dura no meio de campo e também receber o vermelho. O Santos ainda acertou uma bola no travessão nos acréscimos, em lance inacreditável de Marcel, na pequena área, mas o placar de 3 a 1 foi suficiente para assegurar a vaga na decisão.

FICHA TÉCNICA

Santos 3 x 1 Grêmio

Gols
Santos: Paulo Henrique Ganso, aos 6min, Robinho, aos 24min, e Wesley, aos 40min do 2º tempo
Grêmio: Rafael Marques, aos 28min do 2º tempo

Esquema Tático do Grêmio
4-4-2
Victor; Edílson, Ozéia, Rafael Marques e Joílson; Adílson, Willian Magrão (William), Douglas e Hugo (Leandro); Jonas e Borges (Maylson). Técnico: Silas

Cartões amarelos
Santos: Léo, Rodriguinho e Neymar
Grêmio: Ozéia, Hugo, Rafael Marques, Victor, Edílson, Willian Magrão e William

Cartões vermelhos
Santos: Edu Dracena
Grêmio: Jonas e Rafael Marques

Árbitro
Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Local
Vila Belmiro, Santos (SP)





Fonte: Terra

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/131639/visualizar/