Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Terça - 13 de Outubro de 2009 às 10:07
Por: Altair Anderli

    Imprimir


A confirmação foi feita pelo prefeito de Lucas do Rio Verde Marino Franz apontando que os estudos para implantar a Pequena Central Hidrelétrica (PCH) estão bem adiantados, sendo que já foram aprovados pela Sema (Secretaria de Meio Ambiente) e Assembleia Legislativa. “Falta apenas a liberação por parte da Agência Nacional de Energia Elétrica para as obras serem iniciadas” afirmou. Estima-se serem investidos R$ 150 milhões.

Marino Franz disse ainda que a liberação deverá ocorrer, no mais tardar, em abril. Caso contrário, as obras terão que iniciar somente em 2011. “Vamos concentrar todos os esforços para que essa PCH seja construída porque é a garantia de dois anos de trabalho para 600 pessoas, sem contar que serão gerados aproximadamente 1,5 mil empregos indiretos” prevê o prefeito. Outro benefício importante é a ampliação do potencial energético no município.

O grupo Brenon era responsável construção da nova central hidrelétrica. A empresa já executou as obras da PCH Canoa Quebrada. Depois de concluído o novo empreendimento terá capacidade de gerar 30 megawatts de energia, quantidade suficiente para atender a demanda das indústrias do município.

Conforme o prefeito, todo o ICMS gerado pela PCH será dividido entre os municípios de Lucas do Rio Verde e Sorriso. A construção será na comunidade de Groslândia, distante 6 quilômetros de Canoa Quebrada.





Fonte: Só Notícias

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/153280/visualizar/