Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Segunda - 19 de Novembro de 2007 às 20:24
Por: Ney Santana

    Imprimir


Um infarto fulminante pôs fim à vida do diamantinense Alexander Figueiredo Santos. Aos 34 anos, ele tinha acabado de participar de um jogo de futebol, no bairro da Ponte, no sábado, dia 17. Antes de chegar à casa dos sogros, no bairro São Benedito, sofreu a parada cardíaca fatal. Ainda chegou a ser socorrido, mas já chegou sem vida ao hospital.

A morte trouxe comoção aos familiares e amigos de Alex, como ele era mais conhecimento em Diamantino. A viúva, Juciléia, ainda busca entender a tragédia que se abateu sobre a família. “Ele nunca reclamou de dores no peito. Nunca teve colesterol alto, nem diabetes ou pressão alta. Não dá para entender”, disse, emocionada.

O casal, que tem um filho, morava em Cuiabá, mas costumeiramente vinha a Diamantino. “Na verdade, a gente só morava lá. As nossas amizades, nossos parentes, todos são daqui. Ele mesmo foi criado em Diamantino e gostava muito daqui”, relembra Juciléia, acrescentando que não pretende voltar a morar em Cuiabá: “Vou ficar em Diamantino mesmo, mais perto dos parentes”.

Funcionário de uma empresa de telefonia em Cuiabá, Alex gostava de participar de um futebol com os amigos. No sábado, ele saiu disposto a jogar e voltar para a casa dos sogros. Disputou o jogo, entrou no carro e, próximo a um complexo esportivo, já no bairro São Benedito, acabou sofrendo o infarto fulminante.

“A pessoa que o socorreu nos contou, que ele tentava falar alguma coisa, mas não conseguia. Ele já chegou morto ao hospital”, afirmou o sogro de Alex, Alírio Vitorassi. Muitos familiares, amigos, colegas de trabalho e conhecidos compareceram ao funeral de Alex. O corpo foi enterrado na tarde de domingo, dia 18, no cemitério de Diamantino.





Fonte: O Divisor

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/197801/visualizar/