Repórter News - reporternews.com.br
Agronegócios
Terça - 18 de Maio de 2004 às 22:47
Por: Rosi Medeiros

    Imprimir


Ampliar a pauta de exportação de Mato Grosso para China de produtos como madeira, açúcar e álcool. Essa é a expectativa do secretário de Desenvolvimento Rural (Seder), Homero Pereira, que integra a comitiva de secretários de Estados e empresários mato-grossenses que acompanharão o governador Blairo Maggi na viagem para China, confirmada para o próximo dia 20.05 (quinta-feira).

“Mato Grosso já tem uma boa relação comercial com a China, exportando produtos como a soja, algodão, carne bovina, suína e de aves. Nós queremos ampliar esse mercado com exportação de produtos como madeira, açúcar e álcool”, disse o secretário. “Por isso estamos levando os produtores dessas cadeias produtivas, para avaliarmos se nossos produtos conseguem ser competitivos e fazer essa aproximação comercial”.

O secretário destacou que a China escolheu o Brasil como parceiro comercial e em especial Mato Grosso. A China é uma das economias que mais cresce no mundo, em torno de 7 a 8% ao ano e tem uma população de 1,3 bilhão de habitantes. “O poder aquisitivo da população tem aumentado e, conseqüentemente, aumenta a demanda por alimentos e nós somos grandes produtores”, disse o secretário. “É claro, que toda relação comercial implica em você também comprar algo, e nós somos grandes importadores de agroquímicos, fertilizantes”, enfatizou.

A viagem para o Oriente também servirá para troca de experiências do sistema de produção entre chineses e produtores mato-grossenses. “Queremos saber como é desenvolvida a agricultura familiar lá”, disse Homero. Os produtores e Governo, por meio da Seder, se informarão sobre a possibilidade de importação de equipamentos agrícolas para uso na agricultura familiar a um preço competitivo. “Sabemos que eles usam tratores lá na agricultura familiar, que custam U$ 5 mil, e com bom desempenho. Nós vamos discutir se é viável a aquisição desses produtos, por meio de empresas representantes deles, aqui no país. Existem também algumas empresas chinesas instaladas no Brasil nesse ramo que talvez possam trazer estes equipamentos por um preço diferenciado”.

FCO - O governador Blairo Maggi e comitiva encontrarão o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, na cidade de Beijing, no seminário organizado pelo Itamaraty e Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM&F), no qual será discutido formas de aproximação maior entre os dois países. De acordo com o secretário da Seder, Homero Pereira, o Governo e empresários mato-grossense aproveitarão a oportunidade para falar com o presidente sobre a importância da assinatura da Medida Provisória, que possibilitará a transferência de recursos do Fundo de Amparo do Trabalhador (FAT), para o Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO).

“Mato Grosso tem hoje uma demanda de R$ 622 milhões para aplicação do FCO e nós só temos disponível R$ 183 milhões”, explicou o secretário, falando da importância do aumento do volume de recursos. Segundo o secretário, com o valor disponível tem sido priorizado para aplicação de atividades empresariais que agregam valores.




Fonte: Secom - MT

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/383407/visualizar/