Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Quarta - 07 de Abril de 2004 às 08:42

    Imprimir


O juiz federal Julier Sebastião da Silva, da 1ª Vara, decretou a prisão preventiva de Antônio Fagundes de Oliveira por não ter comparecido na Audiência de Interrogatório do Caso Cooperlucas. Além disso, o magistrado suspendeu a tramitação do processo e conseqüentemente o curso do prazo prescricional em relação ao acusado para que seja garantida a instrução criminal.

O interrogatório faz parte da Ação Penal impetrada pelo Ministério Público Federal, que tramita na 1ª Vara Federal. Estão envolvidos na ação: Ilvo Vendrúsculo, Antônio Fagundes de Oliveira, José Nakiri, Joci Piccini, Carlinhos José Ceratti, Milton Luciano dos Santos, Pedro Pereira de Souza e Paulo Roberto Gomes Bezerra, pela prática do crime de apropriação

indébita, em razão do desvio de grãos dos armazéns da Cooperativa Agrícola de Lucas do Rio Verde referente às operações de EGF (Empréstimo do Governo Federal) e AGF (Aquisição do Governo), vinculados ao Banco do Brasil.

Em 5 de fevereiro deste ano foi solicitada informação ao Juizo da Comarca de Lucas do Rio Verde, acerca do cumprimento da Carta Precatória nº 214/03, de 27 de junho do ano passado, com a finalidade de citação e interrogatório de Ilvo Vendrúsculo, e ainda, não foi remetida a informação do Juizo Federal.

O juiz federal Toru Yamamoto, da 3ª Vara Federal/SP, designou a data de 29 de julho, às 15h30, para o Interrogatório do réu Paulo Roberto Gomes Bezerra, irmão do ex-governador Carlos Bezerra.

Os demais denunciados já prestaram depoimento.




Fonte: 24 Horas News

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/386742/visualizar/