Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Terça - 05 de Agosto de 2014 às 11:42

    Imprimir


Para conscientizar a população sobre a importância da amamentação, um grupo de mães da Capital resolveu realizar a “Hora do Mamaço”, no próximo dia 7, às 15h, no Parque Mãe Bonifácia. A ação faz parte da Semana Mundial do Aleitamento Materno.

Esta é a terceira vez que a Hora do Mamaço é promovida no país, e a segunda em Cuiabá. Este ano, a semana conta com o tema: Amamentação – uma vitória para toda vida. Esta edição contará com a adesão de 25 cidades brasileiras.

De acordo com uma das organizadoras do evento, a enfermeira e consultora em aleitamento materno, Damaris Figueiredo, representante da SOS Materna, o objetivo é reunir mães e bebês em um grande movimento de amamentação pública e pacífica para a conscientização da sociedade ao ato de amamentar e também acabar com o preconceito da amamentação pública.

Segundo ela, a manifestação servirá para dar voz ao desejo das mães de serem respeitadas e apoiadas durante a amamentação de seus bebês. “Além de incentivar as mulheres a amamentarem, nós queremos mostrar as mães merecem ser respeitadas em seu direito de alimentar o próprio filho”.

Conforme a enfermeira, a Organização Mundial de Saúde (OMS) recomenda que as crianças sejam amamentadas até os dois anos de idade, porém muitas mães e até mesmo profissionais da área da saúde desconhecem a recomendação. “Algumas mães são até orientadas por médicos a pararem de amamentar porque pode dar cárie. Um absurdo, estudos comprovam que a saúde bucal da criança que apenas toma leite materno é até superior a outras”.

Segundo Damaris, o evento contará com a presença de gestantes experientes e profissionais de saúde para orientar as mães em como amamentar, coletar o leite, armazenar e até mesmo em questões jurídicas sobre os direitos das mães trabalhadoras.

O grupo também luta por um projeto de lei que proíbe que as mães sofram qualquer tipo de constrangimento durante o ato de amamentar. Durante o evento serão colhidas assinaturas para o Manifesto "Lei de Proteção à Mãe que Amamenta: em qualquer hora em qualquer lugar". AS assinaturas serão enviadas ao Congresso Nacional.

Santa Catarina já possui uma lei neste sentido. A amamentação em lugares públicos foi aprovada através de uma lei votada em junho. De acordo com a legislação local, o estabelecimento que descumprir a norma e impedir o aleitamento ou causar constrangimento a mãe, pode receber notificação ou multa de R$ 2 mil. Em caso de reincidência, o valor pode chegar a R$ 40 mil.





Fonte: Do DC

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/400134/visualizar/