Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Sexta - 12 de Junho de 2015 às 06:56

    Imprimir


A Assembleia Legislativa realiza, no dia 22 deste mês, audiência pública para debater políticas públicas em prol do enfrentamento às drogas em Mato Grosso. A discussão foi proposta pelo presidente da Casa de Leis, Guilherme Maluf (PSDB). O evento acontece no auditório Milton Figueiredo do Poder Legislativo, às 9h e foram convidados para participar, o governo do estado, o Tribunal de Justiça (TJ), Ministério Público Estadual (MPE), Defensoria Pública, Associação Mato-grossense dos Municípios (AMM), universidades públicas e particulares, conselho municipal e estadual de políticas antidrogas e a população. “Escolhemos a data de 22 de junho para debater este teme de relevante importância para a nossa sociedade, pois como de costume, se inicia a semana de enfrentamento às drogas, que vai até o dia 26 de junho, data em que são celebrados tanto o dia internacional quanto o dia nacional de combate às drogas, sendo realizados eventos e mobilizações em todo o mundo”, justificou Maluf. No entendimento do deputado, o Estado deve sempre buscar debater com a sociedade, a adoção de políticas públicas que visem a conscientização, prevenção e enfrentamento às drogas. “Neste sentido, pretendemos mobilizar toda a sociedade e poder público para debatermos tal tema e juntos construirmos uma solução para este mal”, disse o presidente da Casa de Leis. Os dados no Brasil sobre o consumo de droga são alarmantes. De acordo com o estudo apresentado pela Organização das Nações Unidas (ONU), a proporção da população brasileira que consome cocaína cresceu de 0,4%, em 2001, para 0,7% em 2005. Em 2001, 1% dos brasileiros entre 15 e 65 anos consumia a droga. O índice subiu para 2,6% em 2005. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o mundo tem pelo menos 200 milhões de consumidores de drogas, dos quais 40 milhões são dependentes. “E o nosso Estado não foge dessa realidade. Dentre os males que assolam a nossa sociedade, entendemos que o consumo de drogas é aquela que causa o maior prejuízo social, além de danos à saúde dos usuários e transtornos irremediáveis à família”. Além disso, o presidente da Casa de Leis lembra que em alguns casos, os usuários de drogas passam a ter uma rotina criminosa para sustentar o vício.





Fonte: Só Notícias

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/413919/visualizar/