Repórter News - reporternews.com.br
Politica MT
Sexta - 20 de Julho de 2018 às 11:58
Por: Larrisa Malheiros/Folha Max

    Imprimir


Umas das principais lideranças do PSD em Mato Grosso, o presidente da Associação Matogrossense dos Municípios (AMM), Neurilan Fraga, desmente aliança do partido com qualquer candidato ao Governo. O social democrata garante que, até as convenções, qualquer posicionamento do PSD “não passa apenas de especulação”.

Neurilan lembra que foi autorizado pelo diretório nacional que o presidente do diretório regional e ex-vice-governador Carlos Fávaro (PSD) fizesse o contato com os pré-candidatos ao Governo, Wellington Fagundes (PR) e o ex-prefeito Mauro Mendes (DEM). Ele colocou que Fávaro deve construir seu projeto ao Senado Federal e o único veto definido é ao pré-candidato a reeleição, Pedro Taques (PSDB). “Ele está fazendo isso. Depois vai trazer o assunto para dentro do partido. Não vai tomar uma decisão sem discutir dentro do partido, ele vai trazer o que foi negociado tanto com Wellington e Mauro Mendes, e ai internamente estaremos discutindo”.

Mesmo os caminhos ainda incertos, Neurilan afirma que seu apoio será para o senador republicano. Além de destacar que está inserido na equipe técnica do republicano. “Tenho me reunido com ele porque me convidou para que colaborasse no plano de governo com relação ao municipalismo, e estou dando essa contribuição. Eu defendo aproximação com ele, precisamos ter um governador municipalista, tudo acontece no município, não podemos ter um Governo que ignora a força dos municípios”.

Impasse partidário

O deputado Gilmar Fabris já havia anunciado que os deputados tentam convencer o ex-vice-governador a “retornar para a base” e chegaram a propor que Fávaro articulasse seu projeto ao Senado pelo grupo governista.

Segundo ele, junto de Taques, o PSD poderia pleitear a vaga de senador ou até mesmo de vice-governador. “Temos o seu Roberto Dorner para vice e o Fávaro como segundo nome a senador”.

No entanto, ao deixar o Governo, Fávaro foi um dos principais críticos de Taques e garantiu apoio a Mendes. Porém, o racha inicial do partido, deve se concretizar nas convenções marcadas para início de julho.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/428785/visualizar/