Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Agronegócios
Quinta - 17 de Outubro de 2019 às 18:06
Por: Assessoria Dinepec

    Imprimir


Durante a abertura do 1º Dia de Negócios da Pecuária (Dinepec), nesta quinta-feira (17), em Cuiabá, as principais instituições que integram o setor produtivo de Mato Grosso debateram sobre o processo de modernização em busca da produção sustentável. O estado possui o maior rebanho bovino brasileiro, com 30 milhões de animais.

Conforme o presidente do Sindicato Rural da Capital, Celso Nogueira, um dos desafios atualmente é levar informações a cerca de 100 mil pecuaristas mato-grossenses, dos quais 80% possuem rebanho de aproximadamente 290 cabeças, ou seja, são pequenos produtores que enfrentam limitações para fazer investimentos.

“Nosso evento veio justamente suprir essa carência de informações sobre as ferramentas técnicas, para que o produtor possa ter mais assertividade no campo e com isso adotar um sistema produtivo ambientalmente correto e eficiente. Além de agregar em lucratividade, também melhora a qualidade do seu produto, que é a carne que chega à mesa do cidadão”, frisou o gestor.

Para o 1º vice-presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Amarildo Merotti, o espaço do Dinepec é um importante meio de chegar ao produtor na região da Baixada Cuiabana, que não contou novamente com a realização da tradicional Expoagro. “Estamos levando oportunidades de negócios, palestras, exposição de máquinas e equipamentos e venda de genética bovina em uma parceria com ABCZ”, acrescentou.

O segundo vice-presidente do Sistema Famato (Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso), Marcos da Rosa, explicou que o emprego de tecnologia na bovinocultura de corte no país tem transformado a pecuária. “Com a utilização de técnicas mais sofisticadas, temos promovido um aumento na produtividade, em um espaço menor de terra para a produção de carne, elevando assim a responsabilidade socioambiental”.

Representando o Governo do Estado, o secretário-adjunto de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Regional, Carlos Alberto Simões de Arruda, afirmou que pecuária de corte e de leite receberão apoio por meio de ações governamentais. “Vivemos um primeiro ano de gestão com contingenciamento de recursos e superação de uma crise financeira, mas temos uma visão otimista para os próximos anos e queremos estar próximos dos produtores, como forma de incentivar o desenvolvimento regional”.

O ex-presidente do Sindicato Rural de Cuiabá, Jorge Pires de Miranda, disse estar satisfeito com a continuidade dos trabalhos na instituição e também com a proposta do Dinepec, que é inovadora ao levar profissionalização ao campo, voltada principalmente aos pequenos produtores. “Queremos levar esta versão de feira de negócios para outras regiões, para que mais pessoas tenham acesso”, avaliou.

Também participaram da solenidade a secretária de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico de Cuiabá, Débora Marques Vilar, a diretora-executiva da Acrimat, Daniella Bueno, o diretor presidente da Estância Bahia, Maurício Tonhá, representantes da Associação Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), o vice-presidente da Associação dos Criadores Nelore (ACNMT), Alexandre El Hage, e o presidente do Instituto Mato-grossense da Carne (Imac), Guilherme Nolasco.

Acesso à informação

Nos dois dias de evento, as palestras estão tratando de temas jurídicos, genética vegetal, reprodução e genética, cenário econômico e avanços nas cadeias produtivas. O primeiro painel, após a abertura, contou com o pesquisador Antônio do Nascimento Ferreira Rosa, da Embrapa Gado de Corte, que falou sobre a importância da genética animal; e no período da tarde, a Acrimat conduziu um debate sobre força da carne de Mato Grosso.

Nesta sexta (18), a partir das 8h, a Empresa Mato-Grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) é responsável pelo painel ‘Manejo de pastagem e bem-estar animal’. No período da tarde, às 14h, o tema debatido será tecnologia e agromarketing. Nos dois dias de evento, haverá rodada de negócios e visitação aos stands a partir das 16h.

O evento conta com realização do Sindicato Rural de Cuiabá e da RC Agromarketing; apoio do Governo de Mato Grosso, Prefeitura de Cuiabá, Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) e de Criadores Nelore (ACNMT) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT).

Serviço

Evento: Dia de Negócios da Pecuária (Dinepec)

Data: 18/10 (sexta-feira)

Horário: a partir das 8h

Local: Espaço de eventos no Parque de Exposições de Cuiabá, Av. Beira Rio, bairro Dom Aquino.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/433553/visualizar/