Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Policia MT
Sexta - 16 de Outubro de 2020 às 05:48
Por: Allan Pereira/RD News

    Imprimir


Jana Pessoa

ma mulher saiu correndo pela porta dos fundos da casa, nervosa e temerosa, ao ver policiais militares e civis prendendo o seu marido, no início da noite desta quarta (14), por agredi-la e mantê-la e sua filha em cárcere privado por mais de um ano, no assentamento Zé da Paz, na BR-163, em Rosário Oeste.

Segundo o 7º Batalhão da PM, a mulher estava com dificuldade na fala. Nos últimos dias ela foi enforcada durante uma madrugada e arrastada para o interior da casa, que fica na entrada do assentamento. Também estava com escoriações no braço direito resultado de uma luta corporal.

A vítima relatou que mora com suspeito desde o ano de 2018. Do relacionamento, nasceu uma menina, que atualmente tem 1 ano. Desde o ano passado, ela conta que vem sofrendo agressões constantes de seu parceiro e mantida em cárcere privado. Ele, por exemplo, a proibiu de usar o telefone ou de se deslocar para Várzea Grande, onde moram seus pais.

Ela contou ainda que as agressões são rotineiras e são presenciadas pela filha, que fica abatida pelos sucessivos episódios de violência. Os militares foram chamados pela Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Cuiabá, que não divulgou como foi informada do caso. O suspeito estava nos fundos da casa e, ao ver os policiais, a mulher correu para fora.

Em buscas pela casa, foi encontrado um revóvel calibre 32, sem munições, além de uma espingarda e 16 munições ambas de calibre 36.

O homem possui várias passagens criminais. Entre elas, estão os crimes de homicídio, latrocínio (roubo seguido de morte) e envolvimento com tráfico de drogas. A vítima contou que o marido usava seu histórico criminal para “amedrontá-la e ameaçá-la”. Ele foi algemado e encaminhado para a Delegacia da Mulher, em Cuiabá, que vai investigar o caso.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/438716/visualizar/