Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Nacional
Terça - 17 de Setembro de 2013 às 15:25

    Imprimir


O vereador de Fortaleza Joaquim Rocha (PV) apresentou na Câmara Municipal de Fortaleza um projeto de lei para evitar "letra de médico ilegível" em receitas médicas. De acordo com o projeto, as receitas devem ser feitas em computador, com fonte arial, tamanho 12. Segundo o vereador, o objetivo da proposta é facilitar o entendimento do paciente e farmacêutico na hora de ler a prescrição médica no momento de obter os medicamentos.


 
O parlamentar diz em sua justiuficativa que o entendimento da caligrafia do médico é, muitas vezes, uma "tarefa árdua" para farmacêuticos e pacientes na hora da compra ou aquisição de remédios. “A legibilidade das receitas é um direito do cidadão. Os ‘garranchos’ dos médicos ainda são motivos de dor de cabeça entre farmacêuticos e pacientes”, explica Joaquim Rocha.


 
Segundo o documento, fica vedado ao médico receitar ou atestar, de forma secreta ou ilegível, quaisquer documentos médicos em posto de saúde no Município. Caso o médico não cumpra as regras, a proposta prevê que ele pode ser denunciado ao Conselho Regional de Medicina (CRM), e poderá sofrer algum tipo de penalidade, como advertência, censura e até a cassação do registro.




Fonte: Do G1 CE

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/9485/visualizar/