Repórter News - reporternews.com.br
Opinião
Sábado - 06 de Março de 2010 às 05:51
Por: Aladir Leite Albuquerque

    Imprimir


Freqüentemente a sociedade esta sendo informada através da imprensa, com noticias não muito agradável a nossa democracia.

Foi noticiado em um dos SITE de Cuiabá em que o presidente da Federação das Indústrias do Estado, denominado e agraciado com isenção e incentivo fiscal do próprio governo, fez uma reunião "quase secreta" com um grupo de 30 empresários na própria Fiemt, e anunciou sua pretensão de concorrer ao governo do estadual.

Nesta mesma reunião o empresário, teceu críticas dura a gestão governamental, embora tivesse sustentado até algum tempo ser aliado do Palácio Paiaguás.

Segundo a matéria o empresário bateu duro, classificando de pesada a carga tributária, imposta pelo o atual governo. Disse ainda que esta gestão está matando os empresários mato-grossenses, do qual ele é representante.  

Mais as criticas não ficou somente na questão tributaria, o empresário ainda alfinetou dizendo que à área de segurança pública, é um dos pontos mais desgastante do governo, deixando claro que com esta política os 141 municípios ficam prejudicados.

Estas relações são perigosas, tendo em vista que o atual governo com dois mandatos consecutivos representando o agronegócio também começou com este modelo de fazer política.

Criticando o governo passado dizendo que iria abrir a caixa preta, baixar o ICMS da energia, baixar o imposto da cesta básica, e por ai a fora.

Agora vem este representando os empresários, e que segundo a reportagem, ele solicitou dos mega empresários ajuda financeira para sua campanha.

São esses produtos bem embalado do qual seu conteúdo já estamos vendo, a sociedade tem que avaliar porque quem acaba pagando as contas somos nós !! Pode acreditar.

É muito fácil criar império com recurso publico, através de caixa (dois) isenção fiscal, favorecimentos através de negociata política, e ainda concorrer cargos as custas dos cofres públicos.
A sociedade as vezes fica sem saída !

Mas acredito que vai ter bons nomes para concorrer o pleito eleitoral este de ano, vamos aguardar! Não podemos votar em qualquer um, e nem de qualquer jeito, se não quem sente os efeitos colaterais somos nós mesmos.

Efeitos colaterais como: Falta de segurança, saúde, carga tributaria, educação, inchaço da maquina, desmatamento, etc.


Aladir : O SERVIDOR EM MOVIMENTO – é DIRETOR DE FORMAÇÃO - SINDICAL  - DO SINDES – MT. 


Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/artigo/1493/visualizar/