Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Opinião
Sexta - 22 de Janeiro de 2021 às 16:35
Por: Onofre Ribeiro

    Imprimir


O ano de 2021 entrou em nossas vidas e ainda não disse a que veio. Mas vai dizer. Só esperar. E nem precisará esperar muito tempo.

Nesta época em 2020 rumores de um vírus chegando à Europa. Por aqui acreditávamos que o clima tropical barraria o tal de corona vírus. Não barrou mesmo!

Um ano depois, tudo mudou. No mundo e aqui. O que aconteceu em 2020? Aqui vai uma breve síntese:

1 – a aceitação da existência do vírus;

2 – as primeiras medidas. O lockdown e todas as consequências sociais, econômicas, financeiras, legais, comportamentais;

3 – a perda de todas as certezas. Tudo mudou. Até a maneira de nos relacionarmos, de nos alimentarmos e de viver na escola, na família, no trabalho, entre as empresas e acabaram-se as viagens de negócios;

O ano de 2021 entrou em nossas vidas e ainda não disse a que veio. Mas vai dizer. Só esperar

4 – muitos negócios físicos fecharam. Empresas fecharam. Grande desemprego. Ajuda emergencial do governo tornou-se indispensável pra muita gente. Governo fechou as portas de suas repartições. Funcionários públicos e privados à deriva;

5 – a tecnologia saiu dos computadores, dominou os celulares e aproximou pessoas e negócios. Trouxe soluções práticas que nunca mais voltaram a ser como eram antes da pandemia;

6 – O papel do Estado entrou em pane. Já estava ruim. Piorou muito. Vai entrar na onda do “novo normal”.

O que esperar de 2021?

1 – o ano começou sem uma identidade clara. Mas será o ano do nascimento do “novo normal”. O que será esse “novo normal”?

2 – a tecnologia sai dos bastidores e entra pesada pela porta da frente na vida de todos nós. Incluindo o trabalho que não precisa mais ser presencial. E as máquinas que farão parte do trabalho humano;

3 – todos os negócios passarão obrigatoriamente pelos celulares ou pelos computadores. A internet será a rainha do mundo;

4 – A educação tradicional, da escola fundamental às universidades perdeu o sentido histórico cuidadosamente construído pra não educar e manter a população analfabeta. Tecnologias pedirão educação real, sob pena de não se acessar mais os empregos do “novo normal”;

5 – O turismo mudará completamente. A aviação, os hotéis, restaurantes e toda a cadeia terá que se reconstruir pro “novo normal”;

6 – o comércio, o varejo, os shopping center, as grandes lojas de departamento terão que se curvar ao “delivery” e às vendas digitais que o “novo normal” impuser;

7 – A política nacional, corrupta, ineficiente. O Estado gastador, corrupto e ineficiente. A justiça indiferente cara, ineficiente e com forte viés corrupto não sobreviverá. Ou se transformam, ou se transformam;

8 – As relações ambientais e de justiça social serão ditadas pelo “novo normal”;

9 – Se for pra definir 2021, cabe numa frase curta: será o imponderável imprevisto. Do jeito que vier!

Onofre Ribeiro é jornalista em Mato Grosso.



Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/artigo/3531/visualizar/