Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Opinião
Terça - 30 de Novembro de 2010 às 12:40
Por: Aladir Leite Albuquerque

    Imprimir


Alí babá e os quarenta ladrões, essa aventura foi contada na antiga pérsia, e agora no século 21 ( vinte um ), estamos revendo esta aventura através dos os ex. secretários que protagonizaram no segundo mandato do governo da butina que diz respeito ao superfaturamento de R$ 44,4 milhões, na compra dos famosos 705 caminhões e máquinas, do programa "Mato Grosso 100%.

O titulo de Alí Paiaguás e os R$ 44,4 milhões, hoje é o filme que esta em manchete, nas paginas de JORNAIS, SITES, TVS, RADIOS, e outros setores de comunicação de nosso Estado e infelizmente do nosso País.

Estrelando os artistas que ganharam à vida controlando as famosas licitações, conforme auditoria realizada e comprovada pelo próprio governo. 

Estou propondo a sociedade, através deste artigo, e convidando também os poderes constituídos, para uma enquête popular na mídia, a darmos apoio total as nossas autoridades, fazendo com que esses heróis graduados da corrupção façam o ressarcimento dos R$ 44,4 milhões, aos cofres públicos.
A enquête popular se apresenta principalmente na atualidade, como um instrumento da democracia, é, por meio dela que nós cidadões exercemos as reais funções de fiscais do dinheiro público, servindo como instrumento eficaz no combate aos atos ilegais e lesivos aos cofres.

Pois com essa propositura, os envolvidos serão indiciados por crime de peculato, estelionato, formação de quadrilha ou bando, fraude as licitações, modificações ilegais de contratos, perturbações ou fraudes aos atos licita tórios e crimes de responsabilidades e corrupções ativas e passivas.

O desvio dos R$ 44,4 milhões  atingiram verbas federais que deveriam ser destinadas aos municípios para aquisições de medicamentos, merenda escolar, execução de obras públicas, apoios, aos deficientes, aos idosos, as crianças, a cultura, as creches, a segurança, aos jovens, aos aposentados, a saúde, a educação, as estradas, aos pequenos produtores, em fim muitas coisas poderiam fazer com esses recursos.

Estejamos todos unidos, com o mesmo propósito como a sociedade do Rio de Janeiro, através das ações do Governo, no combate à criminalidade, enfrentando bandidos sem qualquer recuo na busca da libertação das comunidades do Rio de Janeiro.

Vamos fazer com que os R$ 44,4 milhões retorne aos cofres públicos, com a operação da solidariedade de apoio a nossa justiça. SIM NÓS PODEMOS!


ALADIR: - O SERVIDOR – UM NOVO TEMPO VIRÁ
aladirrocha@gmail.com



Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/artigo/862/visualizar/