Publicidade
Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Segunda - 09 de Agosto de 2010 às 18:04

    Imprimir


O juiz eleitoral de Sorriso (420 km ao norte de Cuiabá), Wanderlei José dos Reis, deu início ao "Projeto Minuto Eleitoral", que consiste na veiculação de vinhetas educativas nas emissoras de rádio e TV da região, trazendo informações aos eleitores e esclarecimentos sobre as dúvidas mais comuns e os temas de interesse dos candidatos que concorrerão às eleições gerais de 2010. 
           
Ao todo, serão 11 inserções com assuntos distintos e duração média de um minuto, onde o juiz eleitoral fala de forma simplificada, clara, objetiva sobre temas como os procedimentos preparatórios às eleições, o trabalho da Justiça Eleitoral nas diversas fases do processo eleitoral, as condutas que configuram os principais crimes eleitorais, a propaganda eleitoral, a prática de boca de urna, a conduta dos eleitores no dia das eleições, bem como sobre os documentos que todos devem levar para a sua seção eleitoral no dia 3 de outubro, já que sem os dois documentos o eleitor não poderá votar. 
           
"Entendo que esses esclarecimentos na prática se mostram de grande valia para os candidatos, mesários e, principalmente, para os eleitores, já que a maioria não tem acesso ao Código Eleitoral", observou o juiz eleitoral. 
           
O Cartório Eleitoral de Sorriso conta com mais de 50.000 eleitores e abrange também os municípios de Nova Ubiratã e Ipiranga do Norte. 
           
           
Campanha Institucional 
           
Além do material produzido por iniciativa da Justiça Eleitoral Estadual, como o "Minuto Eleitoral" de Sorriso, o Tribunal Superior Eleitoral coloca à disposição das emissoras de Rádio e TV o material oficial da campanha de esclarecimento ao eleitor, com jingles e spots para rádios e comerciais para televisão. 
           
Para as eleições gerais de outubro, o TSE tem reforçado a campanha de esclarecimento alertando principalmente para as novidades deste pleito, que são o voto em trânsito nas capitais para os eleitores que não estarão no seu domicílio eleitoral no dia 3 de outubro e a obrigatoriedade de um documento de identificação juntamente com o título eleitoral de eleitor. 
           
A Justiça Eleitoral também tem alertado sobre a importância de conhecer o passado dos candidatos bem como a função de cada cargo que estará em disputa nas eleições gerais. 
           
Todos os materiais publicitários estão disponíveis para cópia e distribuição no endereço http://eleicoes2010.jus.br.





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/119643/visualizar/