Repórter News - reporternews.com.br
Agronegócios
Terça - 13 de Julho de 2010 às 15:40
Por: Nivea Schunk

    Imprimir


Um novo protocolo de clonagem in vitro utiliza a nervura central das folhas não expandidas, localizadas no palmito, para multiplicar pupunheiras de características superiores. Beneficiária direta dos programas de melhoramento, a micropropagação é capaz de produzir material uniforme em larga escala, oferecendo também mudas de alta qualidade fitossanitária ao setor produtivo. Desenvolvida pela equipe de pesquisas da Embrapa Rondônia, a previsão é que a técnica seja publicada dentro de algumas semanas.

O procedimento apressa a obtenção de plantas idênticas sem nenhuma interferência de microrganismos. Coordenador do projeto, o pesquisador Maurício Reginaldo, aborda o desempenho insuficiente e o sucesso relativo de alguns estudos anteriores com botões florais, raízes e folhas da palmeira. Ele relata que, além de mais responsivo aos tratamentos laboratoriais, esse fragmento vegetal é abundante, facilitando o processo propagativo durante todo o ano.

— Estamos usando indução de calos, que são estruturas formadas em resposta a um estresse químico provocado no meio de culturas. Por meio de uma combinação de hormônios vegetais a gente consegue transformar o tecido em tumor vegetal. Esses tumores possibilitam a produção de novas plantas. A grande inovação é a utilização dessa parte específica da pupunheira, um tecido relativamente fácil de induzir a formação desses calos— revela.






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/123181/visualizar/