Repórter News - reporternews.com.br
Cidades/Geral
Quarta - 13 de Janeiro de 2010 às 17:39

    Imprimir


Além da preocupação ambiental, a qualidade de vida dos funcionários é fator chave para o bom desenvolvimento da empresa. Hoje a Cassiopéia tem 20 funcionários e apenas uma máquina, a maior parte do trabalho é feita manualmente, abrindo assim mais oportunidades de emprego. Estes funcionários poderiam ser substituídos por máquinas, mas a Cassiopéia faz questão de proporcionar essas vagas para moradores locais.

O preço um pouco mais elevado que os produtos normais compensa na utilização, por conter uma formula concentrada, rende quatro vezes mais que os outros e ajuda a manter a qualidade de vida do consumidor e do meio ambiente.

Becky Weltzien, sócia diretora da Cassiopéia, explica que a diferença entre produtos da empresa e os convencionais está nas matérias-primas, que são de origem vegetal e não petroquímica e 100%biodegradáveis, seguindo diretrizes internacionais de biodegradabilidade. Ela afirma que desde 1998 existe a lei no Brasil onde consta que o tensoativo dos produtos de limpeza seja biodegradável, o que não impede que seja de origem petroquímica, fonte não renovável.  “Todo o resto da formulação, como os corantes, fragrâncias e conservantes, não precisa ser biodegradável e acaba poluindo o meio ambiente. No caso dos produtos da Cassiopéia, não é só o tensoativo que é biodegradável, mas a formulação inteira”.  “No início não foi fácil desenvolver as formulações. À medida que foram surgindo matérias-primas de origem vegetal para substituir as de origem petroquímica, as fórmulas foram sendo ajustadas e hoje podemos dizer com muito  orgulho que temos um produto 100% de origem vegetal, biodegradável, que não polui o meio ambiente e nem agride a saúde”, ressalta  Becky, destacando que maioria das matérias-primas é brasileira e outra parte importada. “Mas a tecnologia e a empresa são 100% brasileiras”. Em relação ao custo e à qualidade, ela garante que o preço dos produtos Bio Wash é compatível com os top de linha dos concorrentes, o que restringe o público-alvo às classes A e B, e os produtos têm boa aceitação, pois são muito eficientes, “até mais do que os concorrentes”.

Um dos principais produtos utilizados é a Aloe Vera ou Babosa, a plantação feita no próprio sítio em Jarinu que não utiliza agrotóxicos ou adubos químicos, além de ser certificada pelo IBD (Instituto Biodinâmico) como orgânica-biodinamica.

Mensagem da empresa

Quanto mais pessoas comprarem a idéia de utilizar produtos naturais, mais as futuras gerações ganharão qualidade de vida, pois teremos menos problemas de saúde, mais trabalho no campo e um planeta saudável. Todos aqueles que tiverem essa preocupação e efetivamente agirem em prol do planeta, ganharão uma consciência mais tranqüila pelo esforço de tentar reverter um quadro cada vez mais alarmante: o aquecimento global em função da poluição.

Mais informações no site WWW.cassiopeiaonline.com.br

Sobre a Cassiopéia

Surgiu em 1981, tendo como objetivo principal cuidar das pessoas e da natureza. Sendo assim, sempre produziu produtos biodegradáveis antes mesmo que isso fosse exigido por lei, além da alta qualidade.

Hoje a empresa conta com um amplo catálogo de produtos 100% naturais e biodegradáveis. Entre as linhas disponíveis estão a Veraloe, produtos para tratamentos facial, corporal e capilar com origem 100% vegetal à base de Aloe e Vera. É responsável pela produção das linhas de produtos de limpeza Auxi e Bio Wash.

Sítio Veraloe

No ano de 1986 foi iniciada a plantação de Aloe Vera no interior do estado de São Paulo, na cidade de Jarinu. Com o objetivo de cuidar do solo, da água, da mata e do meio ambiente como um todo, utilizou-se o método da Agricultura Orgânica, evitando assim qualquer tipo de adubo químico e agrotóxico .

Há alguns anos foi aprimorado o plantio da Aloe Vera, horta, etc., – convertendo as plantações de orgânica para Biodinâmica, sempre com a ajuda do Instituto e Associação Brasileira Biodinâmica em Botucatu / SP.

Um dos objetivos da Biodinâmica é criar o “Organismo Sítio/fazenda” onde os quatro reinos (terra/água – plantas - animais e seres humanos) estão integrados e harmonizados de maneira pura e ecológica: tenta-se produzir tudo nesse organismo individual que é cada sítio/fazenda, criando assim um ciclo entre todos os organismos, em que um serve ao outro: desde hortaliças até a comida para animais e o esterco para o composto.






Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/146116/visualizar/