Repórter News - reporternews.com.br
Policia MT
Sexta - 14 de Junho de 2013 às 07:18
Por: ADILSON ROSA

    Imprimir


Delegacia de Roubos e Furtos de Várzea Grande estava sem segurança na área das celas
Delegacia de Roubos e Furtos de Várzea Grande estava sem segurança na área das celas
A Polícia Civil reforçou a segurança da Delegacia de Repressão a Roubos e Furtos (Derrf) de Várzea Grande, onde foi montado um esquema de vigilância após a prisão de dois jovens, anteontem à tarde, suspeitos de tentar resgatar um preso no Fórum Criminal da cidade. 


 
Havia a suspeita de invasão da Delegacia para resgatar Hujordan Flávio Paulo Muniz e Diomar Gonçalves de Campos Souza, ambos de 22 anos, que estavam num Golf preto e se preparavam para dar apoio no resgate de Thiago Ribeiro da Silva de 19 anos, o “Thiaguinho”, que iria numa audiência na 1ª Vara Criminal. 


 
“Seria o resgate de dois que deram apoio à tentativa de resgate de Thiaguinho. Um verdadeiro efeito dominó”, disse um policial. Ele explicou que os dois presos fazem parte de uma quadrilha de roubo e extorsão de motocicletas e que também já praticaram homicídios. Como não conseguiram resgatar Thiaguinho, estariam na iminência de invadir a Delegacia para retirar de lá os dois integrantes do bando, que tem mais de 10 bandidos. 


 
A invasão estaria programada para ocorrer durante a noite. A dupla estava presa por promoção de fuga de pessoa. Como não há segurança nas celas e o local é totalmente aberto, os dois detentos pernoitaram numa das celas da Derf. Hoje serão transferidos para uma unidade prisional. 


 
Segundo o chefe de operações da Derrf, policial civil Welington Fernandes, a prisão da dupla é um duro golpe no roubo de motos, uma vez que o bando é especializado em roubar esse tipo de veículo para depois extorquirem as vítimas. 


 
Ele acrescentou que são muitos integrantes da quadrilha, o que pode diminuir os roubos. O policial frisou que todos os assaltantes do bando já foram identificados. 


 
A dupla foi presa próximo do Fórum Criminal de Várzea Grande. Eles estariam dando apoio a outro veículo que seria usado para levar Thiaguinho, que vinha para uma audiência com mais dois presos da Cadeia Pública do Capão Grande. O ataque seria no carro da escolta assim que chegasse no setor de carceragem. Com a dupla foram apreendidos um revólver calibre 38, um gorro tipo balaclava e até uma chave de algema que seria para desalgemar o preso. 



Thiaguinho foi preso no dia 26 de fevereiro por policiais da Derrf. Ele responde por três homicídios e havia sido conduzido ao Fórum para audiência do assassinato do menino Renan Bruno da Silva Campos, de 3 anos, no dia 10 de novembro do ano passado, no bairro Jardim Alá, em Várzea Grande. O alvo era o tio da criança que estava em uma festa. 




Thiago também é investigado no homicídio de Aldair Santana de Arruda, 22, praticado uma semana depois, no dia 17 de novembro de 2012, no mesmo bairro onde o menino foi assassinado. A vítima foi morta com dois tiros de revólver e sua esposa de 20 anos, também ficou ferida. 





Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/17219/visualizar/