Repórter News - reporternews.com.br
Politica MT
Sábado - 13 de Outubro de 2012 às 08:07

    Imprimir


O DEM do senador Jayme Campos tende a migrar para o PSD, caso seja aprovada a tese de fusão defendida pelo presidente Dilceu Dal Bosco. Existem várias vias partidárias, mas toma conta no partido o sentimento de que o melhor caminho é a nova legenda, presidida em Mato Grosso pelo vice-governador Chico Daltro e que tem como expoente o presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Riva. Dilceu e o deputado Dilmar Dal Bosco estão mais inclinados ao PSD. Jayme analisa o assunto, mas o bom relacionamento mantido com Riva deve pesar na decisão.

Dilmar e Jayme assim como Dilceu foram convidados pelos líderes do PSD a comporem a nova legenda, ainda no período de construção da sigla, em 2011. Jayme Campos, um dos principais defensores da ideologia partidária, preferiu levar adiante o projeto democrata. O DEM foi instituído em 2007 como novo modelo do antigo PFL. Depois de cinco anos, a proposta lançada em nível nacional não logrou o esperado êxito. Mas eleições de 2010, o partido não garantiu o esperado resultado nas urnas.

De lá para cá, vem encontrando ainda mais dificuldades em razão do impacto gerado pelas desfiliações em massa. Parcela considerável de líderes democratas em todo o país, assim como em Mato Grosso, aderiram ao PSD.

Após as eleições municipais de 2012, o DEM contabilizou redução, somando apenas 11 prefeitos no Estado. O PSD soma 39.

Em âmbito nacional, o DEM também discute possibilidades de fusão, com partidos como o PMDB e o PSDB. No Estado a tese não é bem aceita. Dilceu Dal Bosco defenderá junto a nacional do partido a liberação nas unidades federativas. Seria aberta via para aderir a legendas que possuam perfil mais condizentes com as realidades políticas regionais e projetos políticos.




Fonte: A Gazeta

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/38895/visualizar/