Repórter News - reporternews.com.br
Politica MT
Segunda - 13 de Fevereiro de 2012 às 09:16
Por: Marcos Lemos

    Imprimir


O deputado Carlos Avalone se utilizou da Tribuna da Assembleia Legislativa para rebater o colega petista Ademir Brunetto que se rasgou em elogios pelos valores atingidos na concessão de três dos maiores aeroportos do Brasil para a iniciativa privada. Enquanto Brunetto se derretia em elogios as formas como o seu partido o PT tratou o assunto, Avalone rebateu dizendo que o PT cedeu a regra mundial que é o fim da intervenção pública em assuntos de competência privada.

Entre elogios e criticas veio a mais triste das constatações, a de que mesmo com a privatização ou concessão, quem vai continuar pagando a conta será a sociedade, pois dos R$ 24,5 bilhões ofertados pelos três consórcios vencedores das disputas, 49% serão custeados por recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES através da Empresa de Infraestrutura Aeroportuária - Infraero que continua dona de 49% dos aeroportos, pois só vendeu 51% do total de 100% que detinha.

"Enquanto o governo comemora os altos valores dos ágios vencedores do leilão, quando a euforia passar, vão verificar na prática que a Infraero é obrigada a bancar 49%, ou, R$ 12 bilhões do total de R$ 24,5 bilhões que foram ofertados pelos vencedores", disse Avalone com um largo sorriso por ver o PT que nos últimas três eleições demonizou as privatizações, fazer o mesmo que o governo FHC nos seus dois mandatos.

Carlos Avalone disse ainda que o Governo da presidente Dilma Rousseff fez um negócio de pai para filho com o dinheiro alheio, do contribuinte, pois o BNDES financiará 80% dos investimentos prometidos nos aeroportos, ou seja, além da Infraero ter que arcar com R$ 12 bilhões do total de R$ 24 bilhões, R$ 19,6 bilhões virão de linhas de crédito do Banco de fomento do Governo Federal, ou seja, dos cofres públicos. "É claro que são empréstimos que terão que ser pagos, mas a grande realidade é que foi montado um circo para justificar a entrada do PT no mundo moderno, vai ver que é por causa disto que foram publicados livros condenando a privatização dos governos passados, para justificar a entrada do PT neste mundo sem que isto contrariasse os discursos que sempre nortearam as campanhas petistas. 

O deputado tucano fez questão de citar ainda reportagem da Folha de São Paulo que circulou neste domingo (12) em que demonstra a preocupação das autoridades federais por terem as empresas que venceram os leilões cumprido só em parte a necessidade de know-how de empresas internacionais na gestão aeroportuária. "A que atua na Argentina, toma conta de 23 aeroportos que não tem a movimentação de um aeroporto nacional, a outra atua na África em país sem expressividade e por aí vai indo, só quero ver o que vai acontecer com esses aeroportos daqui alguns anos, em que pese em ser totalmente favorável a saída do poder público e a entrada da iniciativa privada", concluiu Avalone.





Fonte: Do GD

Comentários

Deixe seu Comentário

URL Fonte: http://reporternews.com.br/noticia/59582/visualizar/