Publicado em Terça - 18 de Maio de 2010

Macaúba: matéria-prima para o biodiesel no Prosa Rural

Palmeira nativa das florestas tropicais, a macaúba apresenta grande dispersão no Brasil e em países vizinhos, como Colômbia, Bolívia e Paraguai. No Brasil ocorrem povoamentos naturais em quase todo território, mas as maiores concentrações estão localizadas em Minas Gerais, Goiás, Tocantins, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, sendo amplamente espalhados pelas áreas de Cerrado. No Prosa Rural desta semana (17 a 23.05), o pesquisador da Embrapa Agroenergia (Brasília/ DF), Leonardo Bhering, fala sobre o uso da macaúba como matéria-prima para a produção do biodiesel e dos cuidados e processamento dos frutos.
Leia mais...
Daniela Collares
A macaúba se destaca como uma das palmeiras nativas a ser utilizada para produção de biodiesel.
A macaúba se destaca como uma das palmeiras nativas a ser utilizada para produção de biodiesel.

Soja 10/11: Sem mercado, compras atrasam

Publicado em Terça - 18 de Maio de 2010 | por Marcondes Maciel

A quatro meses para o início de uma nova temporada de plantio de soja, a safra 10/11, as compras de insumos – fertilizantes e agroquímicos – continuam atrasadas em Mato Grosso. Segundo a Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado (Aprosoja), apenas 50% dos agroquímicos a serem utilizados nesta safra, como herbicidas, inseticidas e fungicidas foram adquiridos até agora pelos produtores. No caso dos fertilizantes, os negócios não chegam a 30%.
Leia mais...
Em menos de 30 dias, o plantio de soja no Estado estará proibido por 90 dias, como forma de amenizar ataque da ferrugem
Em menos de 30 dias, o plantio de soja no Estado estará proibido por 90 dias, como forma de amenizar ataque da ferrugem

Produtores de soja se preparam para início do “vazio sanitário”

Publicado em Terça - 18 de Maio de 2010 | por Marcondes Maciel

A contagem regressiva para o início do “vazio sanitário” começou no último sábado (15), a 30 dias para o período proibitivo ao plantio da soja, que vai de 15 de junho a 15 de setembro. Durante este período, o plantio da oleaginosa é proibido por lei, exceto em caso de cultivo para pesquisa científica e experimentos, com prévia autorização dos órgãos de defesa sanitária.
Leia mais...

Mato Grosso quer status de livre da febre aftosa

Publicado em Terça - 18 de Maio de 2010 | por Rodrigo Vargas

A Famato (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso) vai encaminhar ao Ministério da Agricultura pedido para revisão do status sanitário do Estado para área livre da febre aftosa sem vacinação.
Leia mais...

Vazio sanitário da soja começa no mês de junho em MT

Publicado em Terça - 18 de Maio de 2010

O período proibitivo ao plantio da soja denominado "vazio sanitário" começa a partir do dia 15 de junho e segue até 15 de setembro. O objetivo da adesão a medida normativa é evitar a transmissão da ferrugem asiática.
Leia mais...

Cuiabá (MT) sedia mais uma Mega Oferta da Estância Bahia Leilões

Publicado em Terça - 18 de Maio de 2010

Após comercializar 31 mil cabeças de gado de corte em Água Boa (MT), a Estância Bahia Leilões promove dia 22 de maio, às 13 horas, o Mega Leilão 10.010, edição Cuiabá (MT), que já está recebendo animais no recinto. A expectativa é alcançar a marca de 20 mil cabeças. Os números exponenciais são reflexos diretos do sucesso da pecuária mato-grossense.
Leia mais...

Aprosoja Brasil: Nova diretoria toma posse em Brasília

Publicado em Segunda - 17 de Maio de 2010

A nova diretoria da Aprosoja Brasil eleita em março deste ano tomará posse na terça-feira (18.05) em Brasília quando assumirá oficialmente a gestão da entidade para o biênio 2010-2012. Glauber Silveira da Silva, que preside a Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado de Mato Grosso (Aprosoja/MT) assume a presidência da entidade nacional.
Leia mais...
Ciclo natural oscila aquecimento com resfriamento. O 1º traz luminosidade e chuvas, o segundo é marcado pela estiagem
Ciclo natural oscila aquecimento com resfriamento. O 1º traz luminosidade e chuvas, o segundo é marcado pela estiagem

Aquecimento será bom para o campo, diz pesquisador

Publicado em Domingo - 16 de Maio de 2010 | por Marcondes Maciel

Contrariando diversos estudos que traçam perspectivas sombrias para a agricultura brasileira caso se confirme a previsão de elevação da temperatura do planeta nos próximos anos, o cientista e professor da Universidade de Brasília (UnB), Gustavo Macedo de Mello Baptista, afirmou em Cuiabá que o tão propalado aquecimento global não terá impacto negativo no campo. “Pelo contrário, vemos vantagens para os agricultores, pois muitas culturas – como a soja e o algodão, das quais Mato Grosso tem tradição e lidera em volume de produção – precisam de sol e luminosidade. Não há motivos para alardes e tudo está sob controle”, tranqüilizou o cientista.
Leia mais...

Rodada do Mel quer vender até R$ 5 milhões em Cuiabá

Publicado em Domingo - 16 de Maio de 2010

Um total de R$ 5 milhões de negócios em curto, médio e longo prazos. Esta é a meta dos organizadores da Rodada (de negócios) do Mel, a ser realizada na próxima quinta-feira (21), no Centro de Eventos do Pantanal. Entre 10h e 18h, com intervalo de uma hora para almoço, representantes de 56 empresas de todo o país estarão sentados frente a frente, no auditório dos Pássaros, para comprar e vender uma variedade de produtos da cadeia apícola.
Leia mais...

Previsão não causa pânico ao produtores de MT

Publicado em Domingo - 16 de Maio de 2010

As perspectivas de aquecimento global e seus efeitos sobre a agricultura, traçadas pelas Universidade de Campinas (Unicamp) e Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), preocupam, mas não chegam a causar alardes nos produtores de Mato Grosso. Segundo eles, providências já estão sendo tomadas e a expectativa é de que o quadro seja revertido nos próximos anos.
Leia mais...