Publicado em Quinta - 18 de Fevereiro de 2010 | por Vívian Lessa

MT na Bolsa: Aplicações somam R$ 360 milhões

Leia mais...

Exportações mato-grossenses caem 19%

Publicado em Quinta - 18 de Fevereiro de 2010 | por Karoline Kuhn

Leia mais...

Receita libera hoje consulta a lote do IR de 2007

Publicado em Quinta - 18 de Fevereiro de 2010

Leia mais...

Mesmo com maior oferta, álcool só é vantajoso em Mato Grosso

Publicado em Quinta - 18 de Fevereiro de 2010

Mesmo com a redução de álcool na mistura da gasolina, o que fez aumentar a oferta do biocombustível no mercado, o preço do álcool continua sendo mais vantajoso que o da gasolina, para abastecer carros flex, em apenas um Estado do Brasil. Segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), realizado entre 7 e 13 de fevereiro, apenas em Mato Grosso o álcool é mais competitivo que a gasolina.

O levantamento leva em conta o critério de que o carro abastecido a álcool tem autonomia 30% menor do que quando abastecido na gasolina. Portanto, o preço por litro do combustível à base da cana-de-açúcar deve ser pelo menos 30% menor do que o derivado do petróleo para ser vantajoso. Em Mato Grosso, a diferença entre os preços do álcool e da gasolina é de 35,32%.

A pesquisa feita pela ANP leva em conta os preços médios por litro de cada combustível oferecido pelos postos ao consumidor. Como o valor do litro pode variar bastante conforme o posto, vale a pena fazer a conta antes de decidir. Por exemplo, na maior cidade do País, São Paulo, é possível encontrar álcool de R$ 1,599 até R$ 2,199 por litro, sendo a média R$ 1,858.

A conta para decidir pelo combustível é simples. Multiplique o preço da gasolina por 0,7. Se o resultado for maior que o preço do álcool, compensa abastecer com o combustível renovável. Se o valor da multiplicação for menor que o do álcool, a gasolina é mais vantajosa.

As diferenças menores entre o preço dos dois combustíveis são as verificadas no Rio Grande do Sul (10,04%), Santa Catarina (15,37%), Espírito Santo (16,06%), Acre (16,71%) e Maranhão (16,74%).

Redução de álcool na gasolina
Em vigor a partir do dia 1º de fevereiro, a diminuição do percentual de álcool misturado na gasolina é uma medida do governo para tentar aumentar a oferta do combustível renovável e estancar a alta dos prelos. A medida terá vigência de 90 dias e, segundo o Ministério de Minas e Energia, aumentará a oferta de etanol em cerca de 300 milhões de l.

Para segurar o preço da gasolina, que poderia aumentar com a redução da mistura de álcool, o governo reduziu a Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide), que incide sobre a gasolina, em R$ 0,08 por litro.

Leia mais...

Sefaz multa contribuintes em R$ 1,4 milhão por não utilização da NF-e

Publicado em Quinta - 18 de Fevereiro de 2010 | por Ligiani Silveira

Leia mais...
Criação de empregos tem melhor resultado para um mês de janeiro
Criação de empregos tem melhor resultado para um mês de janeiro

Janeiro bate recorde na criação de empregos com mais de 181 mil vagas

Publicado em Quinta - 18 de Fevereiro de 2010 | por Carolina Farias

Leia mais...
A tecnologia combina enzimas para transformar cascas de laranja e outros resíduos em açúcar
A tecnologia combina enzimas para transformar cascas de laranja e outros resíduos em açúcar

Cientista cria etanol à base de casca de fruta e jornal

Publicado em Quinta - 18 de Fevereiro de 2010

Leia mais...

Mato Grosso começa o ano gerando mais empregos

Publicado em Quinta - 18 de Fevereiro de 2010 | por Karoline Kuhn

Leia mais...

Mesmo com maior oferta, álcool só é vantajoso em Mato Grosso

Publicado em Quinta - 18 de Fevereiro de 2010

Mesmo com a redução de álcool na mistura da gasolina, o que fez aumentar a oferta do biocombustível no mercado, o preço do álcool continua sendo mais vantajoso que o da gasolina, para abastecer carros flex, em apenas um Estado do Brasil. Segundo levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), realizado entre 7 e 13 de fevereiro, apenas em Mato Grosso o álcool é mais competitivo que a gasolina.
Leia mais...